Paidikion

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Paidikion é um manuscrito literário de 570 páginas, de tema pederástico, escrito por volta de 1917 por Kenneth Searight, criador da língua auxiliar internacional sona.

O travalho, escrito em inglês, é uma coleção de peças eróticas em prosa e em verso, entre as quais uma autobiografia poética sexual do autor, de 137 páginas, titulada The Furnace. Em uma seção titulada Paidiology, o autor inclui uma lista de 129 garotos com os quais ele teve relações sexuais entre 1897 e 1917, e fornece detalhes como nome, idade e raça de cada um, a natureza do ato sexual realizado, data e lugar de cada encontro (o manuscrito revela que ele teve relações, bem como no Reino Unido, também em Itália, Egipto e Índia), o número de orgasmos que ele teve e outras informações. A idade média dos garotos é de 15 anos.[1] [2]

O frontispício mostra a imagem de um jovem em toga e sandálias, fotografado por Vincenzo Galdo. Outras fotografias retratam garotos espidos sentados em cadeiras, reclinados em divãs e em pé em posturas sugestivas, e são claramente inspiradas em Wilhelm von Gloeden e outros artistas especializados em fotografia erótica de adolescentes; de fato, uma das imagens é uma fotografia tomada por Gloeden.[3]

O livro nunca foi publicado e desapareceu. Em 1966 Toby Hammond, un escritor britânico que publicou um estudo de 9 páginas sobre o manuscrito para o International Journal of Greek Love, com o título "Paidikion: a paiderastic manuscript",[4] declarou o ter visto "em uma coleção privada em Londres, cujo proprietário o tinha adquirido por uma suma considerável de dinheiro a um livreiro que, presumívelmente, tinha pagado média coroa por ele". Não se sabe o que aconteceu depois com o manuscrito.

Referências

  1. (em inglês) Hyam, Ronald. Empire and sexuality: the British experience. Manchester: Manchester University Press, 1990, p. 128. ISBN 978-07-19-02504-4
  2. (em inglês) White, Chris. Nineteenth-century writings on homosexuality: a sourcebook. Routledge: Londres, 1999, p. 328
  3. (em inglês) Aldrich, Robert. Colonialism and homosexuality. Routledge: Nova Iorque, 2003, pp. 280-281.
  4. (em inglês) Hammond, Toby. "Paidikion: a paiderastic manuscript" (em inglês). International Journal of Greek Love, Vol. I, nº 2, 1966.