Paisagem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Exemplo de paisagem natural.
Paisagem.
Paisagem de Outono
paisagem do inverno

Paisagem é um conceito presente em duas áreas do conhecimento, a Geografia e as Artes. Em ambas a paisagem mantém uma forte relação com o visual e com o imediatamente percebido. Em uma definição do senso comum, paisagem é definida como a porção visível do espaço, bem como sua representação.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Paisagem deriva do francês paysage; esse termo tem origem na palavra “pays”, que pode ser definido, de forma simplificada como regiões de ocupação humana que apresentam relativa homogeneidade física e registram a história. [1] Essa associação aos pays marcou também o desenvolvimento da paisagem como conceito científico, traçando uma proximidade grande com o conceito de região, também de grande importância para a Geografia.

Cabe destacar que, apesar de possuir sentido equivalente ao termo landshaft, de origem alemã (e de onde deriva a palavra inglesa landscape), o sentido colocado entre elas possuem grandes diferenças ontológicas e, enquanto o conceito no francês se associa ao olhar que se coloca sobre uma região, o conceito alemão abrange dimensões de “toda uma região com suas complexidades morfológicas, e não se limitando, portanto, ao sentido estrito daquilo que se abarca com o olhar, a cena”.[2]

Tipos de paisagem[editar | editar código-fonte]

A paisagem é um resultado natural ou humanizado

Para alguns autores, a paisagem é a apreensão do mundo de uma forma individual. Um olhar individual que pode retransmitir para o conceito de paisagem na arte. É o fenômeno espacial no tempo do indivíduo.

Referências

  1. CARNEIRO, João Paulo Jeannine Andrade. O CONCEITO DE PAYS E SUA DISCUSSÃO NA GEOGRAFIA FRANCESA DO XIX. In: Revista Geográfica da América Central. Número Especial, EGAL, 2011. Costa Rica, II Semestre 2011, p 1-13.
  2. HOLZER, Werther. Um Estudo Fenomenológico da Paisagem e do Lugar: A Crônica dos Viajantes do Brasil do século XVI. 1998. 257 fls. (Tese). Universidade de São Paulo. Departamento de Geografia. São Paulo, 1998.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Aquino, Victor. Significados da Paisagem. São Paulo: InMod, 2012.

Arnhein, Rudolf. Art and visual perception: A psychology of the creative eye. California, USA: University of California, 1992.

Merleau-Ponty, Maurice. Lê visible et l’invisible. Paris: Gallimard, 1968.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete Paisagem.
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.