Pak'ma'ra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um pak'ma'ra, com um tradutor eletrônico à frente do rosto

pak'ma'ra (a forma canônica é minúscula[1] ) é o nome de uma raça alienígena fictícia no universo da série de televisão de ficção científica Babylon 5. Eles são evitados pelas outras raças e pelos humanos por serem, por questões religiosas, dedicados comedores de carniça.

Humanóides na forma, os pak'ma'ra tem tentáculos em volta de uma cavidade bucal que contém um bico inflexível. Michael Garibaldi os descreve como parecendo "um polvo atropelado por um caminhão."[2] . Eles precisam de tradutores eletrônicos para se comunicar e, segundo Durhan, se recusam a aprender qualquer outra língua que não a própria[3] . Eles são capazes de cantar e seu canto é considerado belíssimo, mas só o fazem em cerimônias religiosas[2] .

Até a sua dissolução, os pak'ma'ra eram membros da Liga dos Mundos Não Alinhados, com um embaixador em Babylon 5 e, depois, eles se tornaram membros da Aliança Interestelar. Os pak'ma'ra tiveram um importante papel como mensageiros da Aliança, por ser em geralmente ignorados em quase todos os mundos onde estão presentes por conta da ojeriza que as outras espécies tem por eles.

Os pak'ma'ra foram uma das poucas espécies suscetíves à praga de Drafa, embora, ao contrário dos Markab, a população em geral não tenha sido seriamente afetada pela Segunda Epidemia de 2259, pois uma vacina pôde ser desenvolvida antes que houvesse um perigo real[4] .

Hábitos alimentares[editar | editar código-fonte]

Os pak'ma'ra acreditam ser um povo escolhido e superior às outras raças e a sua habilidade de consumir todas as outras espécies seria um sinal disso.

Esta característica é a mais citada na série sobre eles e algo que todas as outras consideram repulsivo. Os pak'ma'ra são afeitos a comer os cadáveres de outras espécies e se insinua que eles os roubam para conseguir fazê-lo (embora é possível que isto seja apenas um rumor baseado em sentimentos xenófobos). Por causa deste hábito alimentar, os pak'ma'ra se mostram incrivelmente resistentes a qualquer tipo de intoxicação alimentar e a doenças derivadas do consumo de carne podre. Porém, eles se nauseiam facilmente com qualquer outro tipo de alimento que não os seus habituais - ao ponto de provocar o vômito[5] . Certa vez, o dr. Franklin estava examinando um pak'ma'ra como parte de um programa médico da Aliança Interestelar e seu paciente o confidenciou que, de acordo com suas crenças, "Os pak'ma'ra foram escolhidos por Deus. Especiais, eles podem comer todas as outras criaturas que andam, voam e rastejam, mas não os peixes do mar." Em seguida, Stephen fez com que ele engolisse um contraste inorgânico para poder explorar seu sistema digestivo, o que imediatamente provocou o vômito[5] .

Referências

  1. J. Michael Straczynski. Babylon 5 Scripts (em inglês). [S.l.: s.n.]. p. 11 (nota 5). vol. 5.
  2. a b "Sleeping in Light". Babylon 5.
  3. "Learning Curve". Babylon 5.
  4. "Infection". Babylon 5.
  5. a b "Secrets of the Soul". Babylon 5.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • pak'ma'ra (em inglês). Voltayre's Encyclopedia Xenobiologica. Página visitada em 08/06/2011.
  • pak'ma'ra (em inglês). Rifts trading card game. Página visitada em 08/06/2011.