Palácio de Rosersberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Palácio Rosersbergs
Roserbergspalacedetail Publish.jpg

O Palácio de Rosersberg (em sueco: Rosersbergs slott) é um dos Palácios Reais Suecos. Situado nas margens do lago Mälaren, nos arredores de Estocolmo, foi construído na década de 1630 pela família Oxenstierna e tornou-se palácio real em 1762, quando o estado o ofereceu ao Duque Karl (mais tarde Carlos XIII), o irmão mais novo de Gustavo III.

A construção renascentista foi inciada em 1634 e completada em 1638. No fim do século XVII foi remodelado no estilo Rococó pelo arquitecto Nicodemus Tessin. Foram removidos os gabletes e acrescentadas novas alas laterais. Em 1747 e edifício foi adquirido pelo Barão Erland Carlsson Broman, e os interiores remodelados pelo arquiteto Jean Eric Rehn. Em 1757 foi adquirido pelo estado e oferecido a Karl, que continuou os trabalhos de renovação, embora substituindo alguns excessos decorativos por maior sobriedade, no que ficaria conhecido como o Estilo Imperial Carlos XIII. O quarto de Carlos XIV é considerado como um dos mais notáveis exemplos de interiores Suecos do século XIX:

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]



Palácios e residências reais da Suécia Sweden-Royal-flag-grand-coa.svg
Ocupados: Palácio Real de Estocolmo · Palácio de Drottningholm · Castelo Gripsholm · Pavilhão Gustav III · Palácio de Haga · Palácio de Rosendal · Palácio de Rosersberg · Palácio de Strömsholm · Palácio de Tullgarn · Palácio de Ulriksdal · Palácio Solliden  · Palácio Stenhammars  · Hovstallet, Väpnargatan  · Villa Solbacken (Residência Real)
Históricos: Sofiero Castle · Waldemarsudde