Palavra Execrável

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Palavra Execrável, usada em O Sobrinho do Mago, pelo autor C.S. Lewis, é uma maldição mágica que, quando utilizada com as “devidas cerimônias”, destrói todas as formas de vida exceto a da pessoa que a pronunciou.

As crianças, Digory Kirke e Polly Plummer, chegam num mundo sem vida chamado Charn. Em uma construção antiga e em ruínas, eles acordam a rainha, Jadis. Ela os conta sobre uma guerra civil de proporção mundial que travou contra a sua irmã. Todos os exércitos de Jadis foram derrotados, onde cada homem teve de lutar até a morte até que sua irmã clamou vitória. Então Jadis pronunciou a terrível maldição, que sua irmã sabia que ela havia descoberto, mas não achava que ela usaria. Ao pronunciar a palavra execrável, Jadis destruiu todas as coisas vivas do seu mundo, exceto ela mesma, para manter sua irmã longe do trono.

Lewis não deixou claro se a palavra execrável tinha algo a ver com armas nucleares, mas ele certamente fez alusões ao poder da humanidade de se auto-destruir. Pelo fato do livro ter sido escrito em 1955, em meio à Guerra Fria, muitos acham que existe uma conexão entre as duas.