Palmas (Paraná)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Palmas
Usina eólica de Palmas

Usina eólica de Palmas
Bandeira de Palmas
Brasão de Palmas
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 14 de abril
Fundação 14 de abril de 1879 (135 anos)
Gentílico palmense
Lema Tradição e Progresso
Prefeito(a) João de Oliveira (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Palmas
Localização de Palmas no Paraná
Palmas está localizado em: Brasil
Palmas
Localização de Palmas no Brasil
26° 29' 02" S 51° 59' 27" O26° 29' 02" S 51° 59' 27" O
Unidade federativa  Paraná
Mesorregião Centro-Sul Paranaense IBGE/2008 [1]
Microrregião Palmas IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Bituruna, General Carneiro, Abelardo Luz (SC) e Água Doce (SC)
Distância até a capital 380 km
Características geográficas
Área 1 567,361 km² [2]
População 42 887 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 27,36 hab./km²
Altitude 1115 (média da área urbana) m
Clima Subtropical Cfb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,737 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 402 927,308 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 9 448,85 IBGE/2008[5]
Página oficial

Palmas é um município do estado do Paraná, no Brasil.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 26º29'03" sul e a uma longitude 51º59'26" oeste, com altitudes variando entre 950 e 1 356 metros (no município) e, na sede urbana, entre 1 030 (bairro do Rocio) e 1 158 metros (bairro Alto da Glória). A altitude média da cidade é de 1 115 m. Sua população estimada em 2010 era de 42 887 habitantes.

Com uma temperatura média anual em torno dos 16 graus centígrados, Palmas é a cidade mais fria do Paraná, com as áreas habitáveis mais altas do estado. Situando-se no sudoeste do Paraná do mesmo, foi durante muito tempo o mais importante polo de ensino superior para o sudoeste do estado. Ainda hoje, concentra boa parte das vagas disponíveis para a região. Palmas é também uma das socialmente mais desiguais cidades do Paraná. Entre 1991 e 2000, o Índice Gini do município disparou de 0,610 para 0,660.

De fato, Palmas é o 15° município mais desigual do Sul do Brasil, e o 9° neste quesito no estado do Paraná. No ano 2000, a porção da renda abocanhada pelos 10% mais ricos da população era de 56,5% da renda total contra apenas 7,3% dos 40% mais pobres. Ou seja, o decil mais rico da população ganha cerca de 31 vezes o rendimento da parcela dos 40% mais pobres. Um índice muito superior a média do estado que é uma razão de 23,8 vezes.

A cidade possui um estádio chamado Estádio José Ferreira de Almeida.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima de Palmas na Classificação de Köppen é Cfb (temperatura média no mês mais frio inferior a 18°C e temperatura média no mês mais quente inferior a 22°C, com verões brandos, geadas frequentes e sem estação seca definida). O município apresenta uma média de 1 dia de neve por ano[carece de fontes?] (distrito do Horizonte, com 1 342 metros de altitude). Tal valor, porém, está sujeito a grandes variações temporais, podendo passar anos sem uma neve e podendo haver mais de uma ocorrência no mesmo ano.

A parte alta dos Campos de Palmas é naturalmente a mais favorável ao fenômeno, com os distrito habitado de maior altitude paranaense. Por suas características geográficas, com altitudes entre 950 metros (limite nordeste, através do rio Chopim) e 1 356 metros (no Cerro Grande, distrito da Alegria/Padre Ponciano), e sua posição (Serra do Divisor Iguaçu-Uruguai com altitudes máximas (campos de Palmas) entre 1 388 metros e mil metros nas proximidades de Pato Branco) quase frontal às passagens das frentes frias, constitui um microclima excepcional, com diversas variáveis climáticas, ainda pouco conhecidas/divulgadas.

Gráfico climático para Palmas
J F M A M J J A S O N D
 
 
184
 
26
16
 
 
177
 
26
16
 
 
134
 
25
15
 
 
176
 
23
13
 
 
197
 
19
9
 
 
166
 
18
8
 
 
160
 
18
7
 
 
125
 
20
9
 
 
181
 
21
10
 
 
255
 
23
12
 
 
169
 
25
13
 
 
186
 
26
15
Temperaturas em °CPrecipitações em mm
Fonte: IAPAR

Temperaturas médias (estação do IAPAR):

  • Mês mais quente: janeiro (20,3 graus centígrados)
  • Mês mais frio: julho (11,6 graus centígrados)

Temperaturas extremas (estação do INMET):

  • -11,5°C em julho de 1975.
  • 38,8°C em março de 1963.

História[editar | editar código-fonte]

Habitada por milhares de anos pelos índios caingangues, que a chamavam de Kreie-bang-rê, a região de Palmas foi ocupada violentamente por fazendeiros brasileiros em 1839, dando início à atual cidade de Palmas.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Povos indígenas no Brasil. Disponível em http://pib.socioambiental.org/pt/povo/kaingang/287. Acesso em 18 de março de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Palmas (Paraná)
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.