Palmeira (Braga)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde março de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
 Portugal Palmeira  
—  Freguesia  —
Igreja de Palmeira
Igreja de Palmeira
Localização no concelho de Braga
Localização no concelho de Braga
Palmeira está localizado em: Portugal Continental
Palmeira
Localização de Palmeira em Portugal
41° 35' 39" N 8° 25' 45" O
País  Portugal
Concelho BRG.png Braga
 - Tipo Junta de freguesia
Área
 - Total 8,88 km²
População (2011)
 - Total 5 468
    • Densidade 615,8/km2 
Sítio http://www.jf-palmeira.com.pt/
Mapa de Palmeira.

Palmeira é uma freguesia portuguesa do concelho de Braga, com 8,88 km² de área e 5 468 habitantes (2011)[1] . Densidade: 615,8 hab/km².

Demografia[editar | editar código-fonte]

               Evolução da População Entre 1864 e 2011                 

Evolução da  População  1864 / 2011; Variação da População  1864 / 2011;

                 Os Grupos Etários Em 2001 e 2011                   

A População em 2001; A População em 2011

História[editar | editar código-fonte]

Segundo uma monografia da freguesia de Palmeira, esta seria um couto de um rei que integrou os bens dos Arcebispos de Braga, em virtude de uma troca efectuada contra a Rua Nova em Lisboa e que era propriedade destes. No entanto, não está comprovada a existência deste couto.

Segundo a história eclesiástica dos referidos arcebispos, talvez não se tratasse do Couto de Palmeira, mas do Couto de Braga.

Nem na doação do Couto de Braga, feita pela Rainha D. Teresa em 1110, nem em 1112 se mencionam ou incluem as terras que formam Palmeira.

Confirmadas por D. Afonso Henriques, no ano de 1128, estas doações não fazem qualquer alusão à freguesia.

Devido ao alargamento de que beneficiou o Couto de Braga, mais tarde o seu termo abrangeu toda a extensão que vai de Vale d’Este até à Ponte de Prado e até à Ponte do Porto, compreendendo então o actual território de Palmeira.

A partir do século XIII, findo o período de invasão e ocupação da Península Ibérica por outros povos e em consequência da expulsão dos árabes do Sul do país, foi necessário fazer a demarcação do terreno da freguesia. Esta demarcação delimitou a freguesia de Palmeira, provavelmente já com as fronteiras que ainda hoje apresenta.

As histórias transmitidas de geração em geração formam a memória colectiva de um povo e deixam uma marca feliz na consciência dos mais novos, ensinando-lhes o poder mágico dos sonhos.

No Lugar do Assento, um dos mais antigos a freguesia, teve origem teve origem a Lenda da Pedra Cavalgada, antiga denominação deste Lugar, uma vez que lá existiam duas grandes pedras, dispostas de tal forma que uma estava “cavalgada” na outra.

Segundo a Lenda, vivia escondida sob a Pedra Cavalgada “uma moira encantada” que nunca ninguém conseguía ver.

Esta é uma reminiscência dos tempos da organização romana e sueva no território, que denuncia a anterior existência de um povoamento castrejo, no monte que existia na zona envolvente da Pedra Cavalgada.

O Aeródromo de Braga (Code BGZ)fica na freguesia de Palmeira.

Património[editar | editar código-fonte]

Castelo da D. Chica.

Referências

  1. População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano) (em português). Instituto Nacional de Estatística. Arquivado do original em 4 de Dezembro de 2013. Página visitada em 6 de Março de 2014. "Informação no separador "Q601_Norte""
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Palmeira
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.