Pancurônio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estrutura química de Pancurônio
Pancuronium-3D-sticks.png
Pancurônio
Star of life caution.svg Aviso médico
Nome IUPAC (sistemática)
[(2S,3S,5S,8R,9S,10S,13S,14S,16S,17R)-
17-acetiloxi-10,13-dimetil-2,16-bis(1-metil-
3,4,5,6-tetrahidro-2H-piridin-1-il)-2,3,4,5,6,7,
8,9,11,12,14,15,16,17-tetradecahidro-1H-
ciclopenta[a]fenantren-3-il] acetato
Identificadores
CAS 16974-53-1
ATC M03AC01
PubChem 441289
Informação química
Fórmula molecular C35H60N2O4 
Massa molar 572.861 g/mol
Farmacocinética
Biodisponibilidade NA
Ligação a proteínas 77 a 91%
Metabolismo Hepática
Meia-vida 1.5 a 2.7 horas
Excreção Renal e biliar
Considerações terapêuticas
Administração Intravenosa
DL50  ?

O brometo de pancurônio é uma substância química usada como relaxante muscular. É um dos componentes das injeções letais usadas nos Estados Unidos para condenados à Pena de morte, mas encontra aplicações em cirurgia. No sistema cardiovascular, causa ligeira taquicardia, sem alteração da pressão arterial.Não libera histamina, não causa alteração no SNC. É desaconselhável para pacientes nefropatas.

Apresentação comercial[editar | editar código-fonte]

Pavulon e Pancuron.

Propriedades farmacológicas[editar | editar código-fonte]

O pancurônio é um agente bloqueador muscular não-despolarizante. Ele age antagonizando competitivamente nos receptores de ligação da acetilcolina na junção neuromuscular. Não causa despolarização espontânea bloqueando os receptores nicotínicos na junção neuromuscular, assim não produz fasciculações durante a sua administração. O pancurônio não possui atividade hormonal. Ele exerce uma pequena ação sobre o nervo vago, diminuindo a sua atividade. O pancurônio também não possui atividade ganglioplégica, ou seja, não bloqueia os gânglios autonômicos. Os efeitos do pancurônio pode ser revertido parcialmente com a administração de anticolinesterásicos, como a neostigmina, piridostigmina e o edrofônio.

Usos na medicina[editar | editar código-fonte]

O pancurônio é usado junto com anestesia geral para promover o relaxamento muscular, usado também para facilitar a intubação ou a ventilação. O pancurônio não possui efeitos sedativos ou anestésicos. O bloqueio muscular pode ser perigoso em pacientes críticos e pode levar a uma fraqueza muscular prolongada. Não é preferível ao uso de pancurônio em longo período na ventilação de pacientes de UTI's. Na Bélgica e na Holanda o pancurônio é usado nos protocolos para eutanásia, depois da administração de tiopental, para induzir o coma, o pancurônio é usado para parar a respiração.

Efeitos colaterais[editar | editar código-fonte]

  • Hipotensão;
  • Taquicardia;
  • Arritmia extra-sistole ventricular;
  • Colapso cardio vascular;
  • Edema periférico e pulmonar;
  • Paralisia respiratória prolongada.
Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.