Papa Adriano II

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde dezembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Adriano II
106º papa
Nome de nascimento Adriano Collona
Nascimento 792
Roma, Itália
Eleição 14 de Dezembro de 867
Fim do pontificado 14 de Dezembro de 872 (80 anos)
Antecessor Nicolau I
Sucessor João VIII
Listas dos papas: cronológica · alfabética

Adriano Collona (79214 de dezembro de 872) foi um papa eleito em 14 de dezembro de 867.

Nasceu em Roma e foi eleito em 14 de dezembro de 867. Conhecido por ser caridoso e amável, descendente de uma família romana que já havia dado dois pontífices à Igreja (Estevão III e Sérgio II). Adriano já tinha setenta e cinco anos, e já em duas ocasiões tinha recusado a nomeação. Casou-se antes de receber as ordens sagradas.

Coroou Alfredo, o Grande, Rei da Inglaterra (que foi o primeiro soberano inglês abençoado em Roma). Tentou apaziguar as discórdias entre os povos católicos e convocou o Oitavo Concílio Ecumênico, em Constantinopla, ao qual mandou dez legados. Enviou São Cirilo e São Metódio para pregarem aos eslavos. Deu permissão para celebrar a liturgia na língua eslava.

Morreu em 14 de dezembro de 872.

Tragédia familiar[editar | editar código-fonte]

O papa Adriano era casado com uma mulher chamada Estefânia, com quem tivera uma flha. Após sua eleição como papa, elas passaram a viver com ele no Palácio Laterano. Elas foram assassinadas por Eleutério, irmão do papa rival Atanásio III no ano 868.


Precedido por
Nicolau I
Emblem of the Papacy SE.svg
Papa

106.º
Sucedido por
João VIII


Ícone de esboço Este artigo sobre um papa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.