Papa Estêvão I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estêvão I
23º papa
Nascimento Roma, Itália
210
Eleição 12 de Maio de 254
Fim do pontificado 2 de Agosto de 257 (47 anos)
Antecessor Lúcio I
Sucessor Sisto II
Listas dos papas: cronológica · alfabética

O Papa Estêvão I (em latim: Stephanus) foi o 23º papa. Foi eleito em 12 de Maio de 254 e morreu em 2 de Agosto de 257. Sucedeu o Papa Lúcio I.

Nasceu em Roma, oriundo de famílias nobres romanas, teve desavenças com as Igrejas de África e da Ásia, a respeito da supremacia da sede de Roma. Enfrentou São Cipriano de Cartago devido à questão do rebatismo dos hereges e pela reabilitação dos bispos Basílides de Leão e Marcial de Mérida, que tinham sido acusados de apostasia. Sob o seu pontificado, intensificaram-se as lutas cismáticas dos seguidores do antipapa Novaciano.

De acordo com alguns historiadores foi martirizado nas perseguições do imperador Valeriano, enquanto que para outros foi decapitado pelos soldados de Décio, na cadeira pontifícia, em 2 de agosto de 257, durante uma cerimônia religiosa realizada na catacumba de São Calisto em que explicava o significado da noite da santa de compartilhar o cálice e o pão e a santidade e grandeza de se servir a Deus.

A festa de São Estêvão, para a Igreja Católica, é celebrada no dia 2 de Agosto[1] . Em 1969 uma revisão no calendário removeu o seu dia, mas, de acordo com a Instrução Geral do Missal Romano[2] , a Missa de 2 de Agosto deverá ser, em qualquer lugar, a missa para São Estêvão.

Estêvão é o patrono de Hvar, Croácia.

Referências

  1. "Martyrologium Romanum" (Libreria Editrice Vaticana, 2001 )
  2. Instrução Geral do Missal Romano


Precedido por
Lúcio I
Emblem of the Papacy SE.svg
Papa

23.º
Sucedido por
Sisto II


Ícone de esboço Este artigo sobre um papa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.