Papa Silvestre I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Silvestre I
33º papa
Nascimento Roma, 285
Eleição 31 de Janeiro de 314
Fim do pontificado 31 de Dezembro de 335 (50 anos)
Antecessor Melquíades
Sucessor Marcos
Listas dos papas: cronológica · alfabética

São Silvestre I foi Papa entre 31 de Janeiro de 314 até 31 de dezembro de 335, durante o reinado do imperador romano Constantino I, que determinou o fim da perseguição aos cristãos, iniciando-se a Paz na Igreja. Silvestre I foi um dos primeiros santos canonizados sem ter sofrido o martírio. Festa em 31 de Dezembro.

Vida[editar | editar código-fonte]

Silvestre I enviou emissários para presidirem ao sínodo de Arles (314) e ao Primeiro Concílio de Niceia (325), convocados por Constantino, a sua ausência é motivo de debate, provavelmente deve-se ao seu estado de saúde. Durante o seu pontificado a autoridade da Igreja foi estabelecida e se construíram alguns dos primeiros monumentos cristãos, como a Igreja do Santo Sepulcro em Jerusalém, e as primitivas basílicas de Roma (São João de Latrão e São Pedro), bem como das igrejas dos Santos Apóstolos em Constantinopla.

Atribui-se em geral a conversão de Constantino a uma visão que terá tido antes da batalha da ponte de Milvius (312). Mas a tradição medieval, também teria dito que o imperador teria lepra incurável, e logo que Silvestre o batizou por imersão numa piscina ficou imediatamente curado. Esta versão porém não tem fundamento, pois sabe-se que Constantino foi batizado ao fim de sua vida, com a intenção de perdoar seus pecados,[1] por Eusébio, bispo de Nicomédia[2] .

Referências

  1. César. Constantino I. Série de Documentários da TV Escola sobre os imperadores romanos. 2008.
  2. Annuario Pontificio (Libreria Editrice Vaticana 2008 ISBN 978-88-209-8021-4), p. 8*


Precedido por
Melquíades
Emblem of the Papacy SE.svg
Papa

33.º
Sucedido por
Marcos


Ícone de esboço Este artigo sobre um papa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.