Parábola da Semente

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ilustração da Parábola da Semente juntamente com a da Lampada debaixo do alqueire.

A Parábola da Semente (também chamada de Semente que Cresce ou ainda Semente que Cresce Secretamente) é uma parábola de Jesus que aparece em apenas um dos evangelhos canônicos do Novo Testamento. De acordo com Marcos 4:26-29 é uma parábola sobre o crescimento do Reino de Deus. Segue-se à Parábola do Semeador e da Parábola da Lâmpada Debaixo do Alqueire e precede a Parábola do Grão de Mostarda. Uma versão da Parábola da Semente também aparece no não canônico Evangelho de Tomé (21d). [1]

Narrativa[editar | editar código-fonte]

«Disse mais: O reino de Deus é como se um homem lançasse a semente na terra e, dormindo ou acordado de noite e de dia, a semente germinasse e crescesse, sem ele saber como. A terra por si mesma produz fruto: primeiro a erva, depois a espiga, e por último o grão grado na espiga. Depois de o fruto amadurecer, logo lhe mete a foice, porque é chegada a ceifa.» (Marcos 4:26-29)

Interpretação[editar | editar código-fonte]

Esta parábola pode ser relacionada com a parábola do Semeador, [2] embora não se segue a parábola imediatamente. Uma interpretação é que ela serve como conforto previsto para qualquer discípulo antigo ou em nosso tempo, que pode estar se sentindo desanimado com a quantidade de trabalho "infrutífero" de pessoas que não "ouviram a mensagem que ele semeou". [2] Mesmo quando o agricultor (semeador) dorme, o Reino de Deus ainda está crescendo. Seu crescimento é devido a Deus e não o homem, [3] e segue seu próprio tempo. [4]

Referências

  1. Gospel of Thomas: Lamb translation e Patterson/Meyer translation.
  2. a b George R. Knight, Exploring Mark: A Devotional Commentary, Review and Herald Pub Assoc, 2004, ISBN 0828018375, pp. 107-108.
  3. Richard N. Longenecker, The Challenge of Jesus' Parables, Eerdmans, 2000, ISBN 0802846386, p. 97.
  4. James R. Edwards, The Gospel According to Mark, Eerdmans, 2002, ISBN 0851117783, pp. 142-144.