Paraú

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Paraú
Bandeira desconhecida
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Fundação 10.05.1962
Gentílico parauense
Prefeito(a) Francisco de Assis Jácome Nunes (PL)
(2013–2016)
Localização
Localização de Paraú
Localização de Paraú no Rio Grande do Norte
Paraú está localizado em: Brasil
Paraú
Localização de Paraú no Brasil
05° 46' 26" S 37° 06' 03" O05° 46' 26" S 37° 06' 03" O
Unidade federativa  Rio Grande do Norte
Mesorregião Oeste Potiguar IBGE/2008 [1]
Microrregião Médio Oeste IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Upanema, Açu, Triunfo Potiguar e Campo Grande
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 410,858 km² [2]
População 3 862 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 9,4 hab./km²
Clima semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,603 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 14 492,906 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 634,13 IBGE/2008[5]
Página oficial

Paraú é um município brasileiro no estado do Rio Grande do Norte, localizado na microrregião do Médio Oeste. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano 2003 sua população era estimada em 4.118 habitantes. Área territorial de 411 km².

Por proposta de um vereador, foi criada uma lei e realizado um plebiscito que alterou o nome do município para Espírito Santo do Oeste em abril de 1998. No entanto, dois anos depois, a alteração foi impugnada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que não homologou a alteração, voltando o município ao seu nome original.

História[editar | editar código-fonte]

Luiz Justino de Oliveira, fundador de Paraú, nasceu na fazenda Cachoeira, em 1875. Aos 23 anos, mudou-se para a Fazenda Espírito Santo, casando-se com Maria Damásia Gomes, estabelecendo-se numa casa de taipa, com pequeno negócio de compra e venda que prosperando proporcionou a abertura de casas comerciais em outros municípios. Ali permaneceu, mesmo após o falecimento de sua esposa, empenhou-se em fazer progredir a sua terra, pelo bem comum.

Em 1911, casa-se novamente, com Maria Siqueira Cabral, iniciando-se no ano seguinte, a construção de uma capela à devoção do Divino Espírito Santo.

O município teve a sua emancipação política aos 10 de maio de 1962, quando foi desmembrado do município de Augusto Severo.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 04 de setembro de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Norte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.