Paradoxos do Infinito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Paradoxos do infinito (em alemão, Paradoxien des Unendlichen) é uma obra de autoria de Bernard Bolzano, publicada postumamente em 1851, três anos após sua morte. Lançou as bases para a construção da teoria dos conjuntos por Georg Cantor.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre matemática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.