Paralisia flácida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paralisia flácida
Classificação e recursos externos
CID-10 G81.0, G82.0, G82.3
CID-9 359.9
Star of life caution.svg Aviso médico

A paralisia flácida é uma manifestação clínica caracterizada por fraqueza ou paralisia e por redução do tônus muscular sem outra causa óbvia (e.g., trauma).[1] Essa condição anormal pode ser causada por uma doença ou por um trauma que afete os nervos associados aos músculos acometidos. Por exemplo, se os nervos somáticos de um músculo esquelético são prejudicados, então o músculo exibirá paralisia flácida. Quando os músculos desenvolvem esse estado, eles se tornam flácidos e não são capazes de realizar contração. Essa condição pode ser fatal se afetar os músculos da respiração, apresentando o risco de asfixia.[2] Dentre as principais causas de paralisia flácida estão a poliomielite, níveis de potássio elevados (hipercaliemia), o botulismo, envenenamento por curare e outras.

Referências

  1. Alberta Government Health and Wellness (2005) Acute Flaccid Paralysis Public Health Notifiable Disease Management Guidelines.
  2. Saladin, Kenneth S. Anatomy & Physiology: The Unity of Form and Function. McGraw-Hill. 6th Edition. 2012.