Parental Advisory

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde maio de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Logotipo usado desde 2000.

Parental Advisory é uma mensagem afixada pela Recording Industry Association of America (RIAA) em gravações áudio e vídeo nos Estados Unidos com linguagem e/ou conteúdo ofensivo. Os álbuns começaram a ser catalogados pelas "letras explícitas" em 1985, após pressão da Parents Music Resource Center. Em 1990, a PMRC trabalhou com a RIAA para estandardizar a etiqueta, criando o agora familiar desenho a preto e branco. Os primeiros álbuns a receberem a etiqueta no seu novo formato incluem-se o álbum homónimo de Danzig (ironicamente, sem qualquer profanidade com a exceção de "whore" em Possession), Louder Than Love de Soundgarden, Peace Sells... but Who's Buying? do Megadeth e As Nasty As They Wanna Be de 2 Live Crew, e possuiam o símbolo na forma de autocolante no plástico envolvente. O primeiro álbum de hip hop a receber a etiqueta foi o disco de estreia de Ice-T, Rhyme Pays, lançado em 1987, cujas letras estavam associadas a gangsta rap, popularizando o género. Mais tarde, edições do álbum homónimo de Danzig, bem como de muitos outros a partir de 1994, vinham com a etiqueta impressa no livrete do álbum.

Alguns políticos tentaram criminalizar a venda de gravações explícitas a menores, e outros foram mais longe ao tentar banir esses discos. Alguns retalhistas recusam-se a vender álbuns com etiqueta e muitos outros limitam as vendas dos mesmos somente a adultos, embora a maioria das lojas tenha fixado uma idade limite de 17 anos. Apesar de surgir com maior frequência em álbuns de rap e hip-hop, a etiqueta pode surgir em qualquer tipo de CD que a RIAA acredite precisar. Como protesto, certos álbuns, como por exemplo o álbum homónimo do Slipknot foram lançados em versões "limpas" sem qualquer censura.