Parque Barigui

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Parque Barigüi (Curitiba))
Ir para: navegação, pesquisa
Parque Barigui
Vista do Parque Bariqui e a cidade ao fundo.
Localização Santo Inácio e Bigorrilho, Curitiba, Brasil
Tipo Público
Área 1,4 milhão de metros quadrados
Inauguração 1972
Administração Prefeitura de Curitiba

O Parque Barigui (ü) está situado na cidade de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná.

O parque recebe o nome do rio Barigui que foi represado para formar um grande lago em seu interior. Está entre os maiores da cidade, sendo, também, um dos mais antigos. Diversas espécies de animais vivem livres no parque, como aves, capivaras e pequenos roedores. Um rebanho de carneiros também pode ser visto diariamente nos gramados, sob os cuidados de funcionários.

História e a origem do nome[editar | editar código-fonte]

O parque no inverno, foto por Mauricio Mercer
Vista do bar sobre o lago.
Vista do lago.
Geada no Parque Barigui.

O parque mais visitado e um dos mais antigos da capital paranaense foi criado em 1972 com a intenção de conter as enchentes e preservar a mata nativa da bacia do Rio Barigui na região[1] .

Na época da fundação do povoado de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, a área aonde se encontra o parque era uma sesmaria pertencente a Baltasar Carrasco dos Reis e algum tempo depois Mateus Leme tomou posse de uma nova sesmaria nesta região[2] .

Documentos antigos citam esta localidade com a denominação de Mariqui e o atual nome é uma referência ao próprio rio que atravessa o parque e que significa "rio do fruto espinhoso" em língua indígena, fazendo alusão ao fruto do pinheiro, ou seja, a pinha[3] .

Uma tradução alternativa possível para o termo "barigui", no entanto, é "água de mosca", pela junção dos termos tupis mberu ("mosca")[4] e 'y ("água")[5] .

Características[editar | editar código-fonte]

  • Área total: 1,4 milhões de metros quadrados.
  • Área do lago: 230 mil metros quadrados.
  • Heliponto.
  • Sanitários públicos e amplos estacionamentos para veículos.

Atrações[editar | editar código-fonte]

  • Pista de grande extensão, em volta do lago e outras partes, para caminhadas e corridas.
  • Equipamentos ao ar livre para ginástica e alongamento.
  • Quiosques com churrasqueiras.
  • Pistas de bicicross e aeromodelismo.
  • Canchas poliesportivas.
  • Pista exclusiva para bicicletas e patins, em volta do lago.
  • Trilhas para caminhadas por dentro dos bosques do parque.
  • Bares e restaurantes.
  • Academia de ginástica.
  • Museu do Automóvel de Curitiba.
  • Centro de Exposições de Curitiba (Parque Barigüi), pavilhão com 10 mil metros quadrados de área e pé-direito de 6 metros, destinado a exposições e convenções.
  • "Salão de Atos" da prefeitura municipal.
  • Sede da "Secretaria Municipal do Meio Ambiente".

310 Anos de Curitiba[editar | editar código-fonte]

Em 2003 o Parque Barigui recebeu a apresentação de Roberto Carlos em comemoração aos 310 anos da cidade de Curitiba, com entrada gratuita. Roberto Carlos pisou no palco montado no Parque Barigüi por volta das 20h15 mais de uma hora depois do horário previsto, logo depois de a orquestra fazer um pout-pourri dos seus maiores sucessos. As cerca de sessenta mil pessoas que se aglomeravam no gramado receberam o cantor com entusiasmo. Roberto Carlos agradeceu várias vezes, fez uma pausa marota, e emendou "Emoções".

E Roberto Carlos ofereceu ao público sucessos ("Como é Grande o Meu Amor por Você", "Detalhes", "As Curvas da Estrada de Santos", "Parei na Contramão", "É Preciso Saber Viver", entre outros), uma homenagem a Caetano Veloso ("Força Estranha") e um tributo a Maria Rita ("Eu Te Amo Tanto", "Amor Sem Limite", essas duas cantadas ao piano). Para coroar a noite, "Jesus Cristo" num coro de sessenta mil vozes e as rosas para o público.


Referências

  1. Fabiane Ziolla Menezes (9 de maio de 2010). Parque Barigui: imóveis valorizados – Gazeta do Povo. Visitado em 9 de maio de 2010.
  2. Infografia Gazeta do Povo (9 de maio de 2010). Saiba mais – veja mais informações sobre o Parque Barigui – Gazeta do Povo. Visitado em 9 de maio de 2010.
  3. Parque Barigui - dados IPPUC
  4. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.1 172
  5. http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm