Parque Nacional Canaima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Pix.gif Parque Nacional Canaíma *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Angel falls.jpg
Salto Ángel
País  Venezuela
Critérios (vii)(viii)(ix)(x)
Referência 701
Coordenadas 5° 20′ N 61° 30′ W
Histórico de inscrição
Inscrição 1994  (18ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

O Parque Nacional Canaima é um parque nacional localizado no estado Bolívar, Venezuela. Foi criado em 12 de junho de 1962 e declarado patrimônio da humanidade pela UNESCO no ano de 1994.

Possui uma área de 30 000 km² (maior que o território da Bélgica). Por seu tamanho, é considerado o sexto maior parque nacional do mundo. Cerca de 65% do parque está ocupado por mesetas de rocha chamadas tepuyes. Estes constituem um meio ambiente único, apresentando também un grande interesse geológico. Suas montanhas escarpadas e suas quedas d'água (incluindo o salto Ángel, é a cachoeira mais alta do mundo, com mil metros) formam paisagens espetaculares.

Fauna[editar | editar código-fonte]

Tatu-gigante (Priodontes maximus), cachorro-d'água-gigante (Pteronura brasiliensis), tamanduá-gigante (Myrmecophaga tridactyla), jaguar (Panthera onca), preguiça-de-dois dedos (Choloepus didactylus), macaco-viúva (Pithecia pithecia), macaco-prego-do-orinoco (Chiropotes satanas), roedor endêmico do tepuy Roraima (Podoxymys roraimae), marsupial endêmico dos cumes tepuyanos (Marmosa tyleriana), harpia (Harpia harpyja), arara-anã (Ara nobilis), catorra-morada (Pionus fuscus), sapo-mineiro (Dendrobates leucomelas).

Flora[editar | editar código-fonte]

Mais de trezentas espécies endêmicas somente em La Gran Sabana.

  • Géneros endémicos: Achnopogon, Chimantaea, Quelchia, Tepuia, Mallophyton, Adenanthe.
  • Abundantes espécies insectívoras dos géneros: Bromélia, Drosera, Heliamphora, Utricularia.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O parque inclui a totalidade da bacia da margem direita do rio Caroni e dois dos saltos de água mais altos do mundo, o salto Angel e o Kukenán e grande quantidade de cataratas de menor altura.

Tepuyes[editar | editar código-fonte]

Tepuyes.

Os tepuyes são mesetas com características inigualaveis, em que se destacam suas paredes verticais e seus cumes praticamente planos, ainda há vários tepuyes que não cumprem estas regras. Geologicamente constituem restos de uma cobertura sedimentaria formada por arenito muito antigo que se superpõe a uma base de rochas ígneas (granito, principalmente) que é ainda mais antiga (quase 3 000 000 000 de anos). Sobre seus cumes, habita uma quantidade muito importante de espécies endêmicas únicas, tanto de vegetais como de animais. Algumas espécies vegetais endêmicas estão categorizadas como carnívoras, que encontram deste modo, uma provisão de alimentos (insetos, principalmente) que são tão escassos nos cumes. Estas formações têm uma idade geológica que oscila entre 1 500 000 000 e 2 000 000 000 de anos, o que as converte em uma das formações mais antigas do planeta. Os tepuyes mais conhecidos são: o Auyantepuy (de onde se desprende o salto Ángel), o Roraima, o Kukenan e o Chimantá, entre muitos outros.