Parque Nacional do Vale da Morte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Parque Nacional do Vale da Morte é um parque nacional situado nos estados americanos da Califórnia e do Nevada, localizado a leste da Sierra Nevada, e que abrange uma zona entre os desertos da Great Basin e do Mojave nos Estados Unidos. O parque protege o canto noroeste do deserto do Mojave e é caracterizado por desertos de sal, dunas, badlands, vales, desfiladeiros e montanhas. É o maior parque nacional dos 48 estados e foi considerado como Reserva Internacional de Biosfera. Cerca de 95% do parque é designado como área selvagem.[1] É o parque mais seco e quente dos parques nacionais americanos. O segundo local mais baixo do hemisfério ocidental fica situado em Badwater Basin, a 86 m abixo do nível do mar. O parque alberga muitas espécies de plantas e animais que se adaptaram às extremas condições de vida deste deserto. Alguns exemplos incluem o arbusto larrea tridentata, o carneiro-selvagem, o coiote e o peixe do Vale da Morte, um sobrevivente de tempos anteriores mais húmidos.

Cerca de 7000 a.C., o vale era habitado por grupos de povos nativos americanos, e, mais recentemente, por volta de 1000 d.C., pelos Timbisha, que se movimentavam entre o vale no Inverno, e as montanha no Verão. Em 1849, um grupo de americanos de origem europeia, que tinha ficado preso no vale em busca de um caminho mais curto para as zonas ricas em ouro da Califórnia, deu o nome ao vale, embora paenas um membro do grupo ali tenha morrido. Algumas pequenas cidade foram estabelecidas no vale, durante os séculos XIX e XX, para a recolha de ouro e prata, mas tiveram uma curta duração. O único minério rentável que foi extraído foi o bórax, que ra transportado para fora do vale com a utilização de carros puxados por 18 mulas e dois cavalos. Mais tarde, o vale tornar-se-ía no tema de livros, programas de rádio, séries de televisão e filmes. O turismo começou a surgir na década de 1920, quando foram construídos resorts em redor de Stovepipe Wells e Furnace Creek. O Monumento Nacional do Vale da Morte foi declarado em 1933, com a consequente expansão do parque, tornando-se num parque nacional em 1994.[2]

O ambiente natural do local tem origem na sua geologia cacaterística. O próprio vale é um graben. As rochas mais antigas são, maioritariamente, metemórficas, e, pelo menos, 1,7 biliões de anos.[3] Os antigos e quentes mares depositaram depósitos marinhos até que o efeito de rifting abriu o oceano Pacífico, dando origem a mais sedimentação até que uma zona de subducção se formou ao largo da costa. Estas alterações provocaram a subida da região, em relação ao mar, e criaram uma linha de vulcões. Mais tarde, a crosta começou a separar-se, dando origem à zona de Basin e Range. Os vales encheram-se de sedimentos e, durante as épocas húmidas da glaciação, com lagos como o Manly.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Kiver, Eugene P.; David V. Harris. Geology of U.S. Parklands. Fifth Edition ed. New York: John Wiley & Sons, 1999. ISBN 978-0-471-33218-3
  • NPS contributors. The National Parks Index. Washington, D.C.: National Park Service, U.S. Department of the Interior, 2001–2003. Página visitada em 2008-10-05.
  • NPS contributors. Death Valley General Management Plan. Washington, D.C.: National Park Service, U.S. Department of the Interior, April 2002. Página visitada em 2008-09-28.
  • NPS contributors. Death Valley National Park Visitor Guide. [S.l.]: National Park Service, U.S. Department of the Interior, 2008 / 2009. Página visitada em 2008-09-28.
  • NPS contributors. Death Valley National Park website National Park Service, U.S. Department of the Interior. Página visitada em 2008-09-17. (adapted public domain text)
  • Rothman, Hal K., and Char Miller. Death Valley National Park: A History (University of Nevada Press; 2013) 216 pages; an environmental and human history
  • Sharp, Robert P.; Allen F. Glazner. Geology Underfoot in Death Valley and Owens Valley. Missoula, Montana: Mountain Press Publishing Company, 1997. ISBN 978-0-87842-362-0
  • USGS contributors (2004-01-13). Death Valley National Park Virtual Geology Field Trip U.S. Geological Survey. Página visitada em 2008-09-16. (adapted public domain text)
  • USGS contributors (2004-01-13). Death Valley's Incredible Weather U.S. Geological Survey. Página visitada em 2008-10-05. Cópia arquivada em 2008-06-01.
  • Wallace, William James; Edith Wallace. Ancient Peoples and Cultures of Death Valley National Monument. Ramona, CA: Acoma Books, 1978. ISBN 978-0-916552-12-1
  • Wright, Laureen A.; Miller, Martin G.. In: Ann G. Harris (editor). Geology of National Parks. Fifth edition ed. Dubuque, IA: Kendall/Hunt Publishing, 1997. 610–637 pp. ISBN 978-0-7872-1065-6

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Parque Nacional do Vale da Morte
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia dos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.