Partículas e forças

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Até a década de sessenta a noção das interações das partículas da matéria ou partículas e forças ainda eram truncadas. O assunto que trata das interações entre partículas da matéria em muitos círculos científicos ainda é controverso.

As partículas que compõe o universo interagem entre si de quatro formas diversas esta interação pode se manifestar como força de atração ou repulsão dentro de um lugar volumétrico no espaço que podemos chamar de campo de força.

Cada interação no campo de força tem uma característica particular. Até o início do século XXI não havia sido detectada uma quinta força ou interação elementar da matéria ou de suas partículas formadoras.

As Forças de interação da matéria[editar | editar código-fonte]

As quatro forças da matéria tem cada qual uma característica que pode ser mensurada através do campo entre as partículas que as geram. Esta medida foi nominada como intensidade relativa de campo, esta intensidade pode ser dada de forma exponencial.

O universo é totalmente formado de partículas e vazio. As partículas sempre geram em torno de si algum tipo de força. Todas são centro de volume de espaço onde as forças de atração ou repulsão agem e sua intensidade de interação diminui à medida que a distância aumenta. Este lugar no espaço é definido como campo de força.

Portanto, sempre quando temos uma partícula, em volta de si haverá este campo que atuará de forma semelhante em outra partícula. Ou seja, sempre onde existir um objeto no espaço, este atuará e influirá em outro que esteja dentro do campo próximo ou distante.

As forças[editar | editar código-fonte]

São quatro as interações atuantes conhecidas, força eletromagnética, força gravitacional, força nuclear fraca e força nuclear forte.

Força eletromagnética[editar | editar código-fonte]

Pode se manifestar imprimindo movimento de uma partícula em direção a outra (atração), e movimento de afastamento de uma em relação à outra (repulsão), atua de acordo com a polarização da partícula.

Força gravitacional[editar | editar código-fonte]

Os objetos atrair-se-ão mutuamente em direção ao centro de gravidade mútuo, isto é, um cai sobre o outro. A força da gravidade atua dentro do campo gravitacional.

Força nuclear fraca[editar | editar código-fonte]

A força nuclear fraca atua no núcleo atômico e é a segunda mais fraca de todas, a atração se dá de forma semelhante à eletromagnética, porém muito tênue.

Força nuclear forte[editar | editar código-fonte]

Não são todas as partículas que respondem à força nuclear forte e fraca, estas são somente os hádrons, que são dois núcleons. Um é o nêutron, o outro é o próton, de todas as quatro, é a mais forte, o campo onde esta atua é muito próximo das partículas atuantes.

A influência dos Campos[editar | editar código-fonte]

Sempre quando houver dois objetos no espaço, estes tenderão a se mover. No campo elétrico, poderá haver, tanto o movimento de atração quanto repulsão dos objetos entre si, dependendo da carga se igual ou diferente.

Dos quatro, os campos de força nuclear forte e nuclear fraco atuam em distâncias extremamente pequenas, em torno de 10 -13 centímetros.

As forças nucleares fraca e forte, atuam apenas dentro do núcleo atômico e em sua vizinhança imediata, daí a nomenclatura nuclear.

Até 2010, as forças nucleares forte e fraca não eram conhecidas, somente a gravitacional e a eletromagnética.

Intensidade Relativa[editar | editar código-fonte]

A intensidade relativa da força de campo ou força (também chamada de interação) entre partículas pode ser posta em ordem conforme a natureza de cada força, ou interação.

Arbitrou-se a unidade (1) para a força eletromagnética.

Postas em ordem decrescente, podemos dizer que a intensidade relativa de campo mais forte, é a força nuclear forte, chamada somente de Força Nuclear, cujo valor é = 10 3, segue-se então a força eletromagnética de intensidade relativa = 1, depois vem a força nuclear fraca, também chamada de Força Fraca, de intensidade relativa = 10 -11, e, por último, a mais fraca de todas as forças a Força Gravitacional, de Intensidade Relativa = 10 -39.

No volume de espaço em volta das partículas atuantes ou seja no campo de força, as interações entre as partículas ocorrem de acordo com as intensidades relativas de cada uma. Qualquer partícula fonte destes campos de força sempre responderá a um campo semelhante criado por outra partícula. O resultado destas interações, se dá normalmente em forma de movimento.