Partida Sempreviva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A partida sempreviva é uma famosa partida de xadrez jogada em 1852 por Adolf Anderssen e Jean Dufresne.

Adolf Anderssen era um dos melhores jogadores de sua época e foi considerado por muitos o campeão mundial depois de vencer o Campeonato de Londres de Xadrez em 1851. Jean Dufresne, um popular autor de livros de xadrez, era um mestre de menor, mas ainda assim, considerável habilidade.

À semelhança da "Partida Imortal", a partida sempreviva foi disputada informalmente. Mais tarde, Wilhelm Steinitz identificou a partida como "sempre viva na grinalda de Anderssen's", batizando o jogo como ele é conhecido hoje.

A citação original era "evergreen in Anderssen's laurel wreath", evergreen (diretamente traduzindo: sempreverde ou semprevivo) é um pinheiro de folhas perenes (ver: Taiga) e laurel é a designação geral das folhas com formato lanceolado, como as do pinheiro. Sendo então semprevivo a tradução comum de evergreen adotou-se esse apelido para a partida em português.

A Partida[editar | editar código-fonte]



Brancas: Anderssen
Pretas: Dufresne
Abertura: Gambito Evans, C52
Começo de um tabuleiro de xadrez. a b c d e f g h
8 torre preta em a8 bispo preto em c8 dama preta em d8 rei preto em e8 cavalo preto em g8 torre preta em h8 8
7 peão preto em a7 peão preto em b7 peão preto em c7 peão preto em d7 peão preto em f7 peão preto em g7 peão preto em h7 7
6 cavalo preto em c6 6
5 bispo preto em a5 5
4 bispo branco em c4 peão branco em e4 4
3 peão branco em c3 peão preto em d3 cavalo branco em f3 3
2 peão branco em a2 peão branco em f2 peão branco em g2 peão branco em h2 2
1 torre branca em a1 cavalo branco em b1 bispo branco em c1 dama branca em d1 torre branca em f1 rei branco em g1 1
a b c d e f g h Fim do tabuleiro de xadrez.
Posição após 7. ... d3?!

1. e4 e5 2. Cf3 Cc6 3. Bc4 Bc5 4. b4

Este é o Gambito Evans, um das linhas da Giuoco Piano, o gambito Evans era uma abertura bastante popular no século 19 e ainda vista ocasionalmente hoje em dia. Nela, as brancas dão algum material em troca de um desenvolvimento mais eficiente de peças.

4...Bxb4 5. c3 Ba5 6. d4 exd4 7. O-O d3?!

Este movimento não é considerado uma boa resposta; as alternativas preferíveis incluem dxc3 ou d6.

8. Db3!?

O lance ataca diretamente o peão na f7, mas Burgess sugere Te1 ao invés do jogado.

8.... Df6 9. e5 Dg6

O peão branco na e5 não pode ser capturado; se as pretas jogam 9. ... Cxe5, então 10. Te1 d6 11. Da4+, formando um garfo entre o rei e o bispo, ganhando uma peça.



Começo de um tabuleiro de xadrez. a b c d e f g h
8 torre preta em a8 bispo preto em c8 rei preto em e8 cavalo preto em g8 torre preta em h8 8
7 peão preto em a7 peão preto em b7 peão preto em c7 peão preto em d7 peão preto em f7 peão preto em g7 peão preto em h7 7
6 cavalo preto em c6 dama preta em g6 6
5 bispo preto em a5 peão branco em e5 5
4 bispo branco em c4 4
3 dama branca em b3 peão branco em c3 peão preto em d3 cavalo branco em f3 3
2 peão branco em a2 peão branco em f2 peão branco em g2 peão branco em h2 2
1 torre branca em a1 cavalo branco em b1 bispo branco em c1 torre branca em e1 rei branco em g1 1
a b c d e f g h Fim do tabuleiro de xadrez.
Posição após 10. Te1!

10. Te1! Cge7 11. Ba3 b5?!

Ao invés de defender sua própria posição, as pretas oferecem um contra-sacrifício para colocar a torre da dama em jogo. Apesar disso Burgess sugere 11. ...a6 para permitir que o peão da coluna b avance mais tarde, ganhando um tempo.

12. Dxb5 Tb8 13. Da4 Bb6

As pretas não podem jogar O-O agora porque 14. Bxe7 ganharia um peça pois o cavalo na c6 não pode defender simultaneamente o cavalo na e7 e o bispo na a5.

14. Cbd2 Bb7 15. Ce4 Df5? 16. Bxd3 Dh5 17. Cf6+!?

Um belo sacrifício, embora Burgess tenha notado que 17. Cg3 Dh6 18. Bc1 De6 19. Bc4 ganha material e por um caminho bem mais simples.



Começo de um tabuleiro de xadrez. a b c d e f g h
8 torre preta em b8 rei preto em e8 torre preta em g8 8
7 peão preto em a7 bispo preto em b7 peão preto em c7 peão preto em d7 cavalo preto em e7 peão preto em f7 peão preto em h7 7
6 bispo preto em b6 cavalo preto em c6 peão branco em f6 6
5 5
4 dama branca em a4 4
3 bispo branco em a3 peão branco em c3 bispo branco em d3 dama preta em f3 3
2 peão branco em a2 peão branco em f2 peão branco em g2 peão branco em h2 2
1 torre branca em d1 torre branca em e1 rei branco em g1 1
a b c d e f g h Fim do tabuleiro de xadrez.
Posição após 19. ... Dxf3

17.... gxf6 18. exf6 Tg8 19. Tad1 Dxf3?

A dama preta não pode ser capturada porque a torre na g8 prega o peão branco na g2 (ver posição). De qualquer forma, após 19. ... Dh3! as brancas teriam que jogar muito precisamente para manter a vantagem. O próximo lance perde rapidamente, como ficará óbvio na continuação:

20. Txe7+!! Cxe7 21. Dxd7+! Rxd7 22. Bf5+

Xeques duplos são perigosos pois forçam o rei a se mover. Aqui ele não foi apenas perigoso, mas decisivo.

22.... Re8 (22...Kc6 perde com 23. Bd7 mate) 23. Bd7+ Rf8 24. Bxe7# 1-0

Savielly Tartakower disse sobre o jogo, "Uma combinação ímpar na literatura do jogo."


Começo de um tabuleiro de xadrez. a b c d e f g h
8 torre preta em b8 rei preto em f8 torre preta em g8 8
7 peão preto em a7 bispo preto em b7 peão preto em c7 bispo branco em d7 bispo branco em e7 peão preto em f7 peão preto em h7 7
6 bispo preto em b6 peão branco em f6 6
5 5
4 4
3 peão branco em c3 dama preta em f3 3
2 peão branco em a2 peão branco em f2 peão branco em g2 peão branco em h2 2
1 torre branca em d1 rei branco em g1 1
a b c d e f g h Fim do tabuleiro de xadrez.
Posícao final apos 24. Bxe7#

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]