Partido Democrático da Albânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Partido Democrático da Albânia
Partia Demokratike e Shqipërisë
Logo-DemocraticPartyAlbania.svg
Líder Sali Berisha
Fundação 1990
Sede Tirana,  Albânia
Ideologia Conservadorismo
Liberalismo clássico
Conservadorismo liberal
Espectro político Centro-direita
Afiliação internacional União Internacional Democrata
Internacional Democrata Centrista
Afiliação europeia Partido Popular Europeu (observador)
Cores Azul
Site
www.pd.al/

O Partido Democrático da Albânia (em albanês: Partia Demokratike e Shqipërisë (sigla: PDS)) é um partido conservador de centro-direita da Albânia.

História[editar | editar código-fonte]

Foi fundado em 1990 por Aleksander Meksi, Arben Imami, Azem Hajdari, Edmond Budina, Eduard Selami, Genc Ruli, Gramoz Pashko, entre outros, e se tornou o primeiro partido de oposição após sua legalização.

Nas eleições de 1992, o líder do partido Sali Berisha é conduzido à presidência, e renuncia em 1997 após confrontos em Tirana, capital do país, que mataram cerca de 1500 pessoas. Após os distúrbios e a renúncia de Berisha, Rexhep Mejdani, do PSS, é eleito presidente pelo parlamento. Em 1998, um deputado do PDS, Azem Hajdari é assassinado. Já nas eleições de 2005, em setembro, Serisha é nomeado primeiro-ministro do país e o partido conquista 56 assentos no Parlamento.

Resultados Eleitorais[editar | editar código-fonte]

Data Votos % Deputados +/- Status
1991 720 948 38,7 (#2)
75 / 250
Oposição
1992 1 046 193 57,3 (#1)
92 / 140
Aumento17 Governo
1996 914 218 55,5 (#1)
122 / 140
Aumento30 Governo
1997 315 677 24,1 (#2)
24 / 155
Baixa98 Oposição
2001 494 272 36,9 (#2)
46 / 140
Aumento22 Oposição
2005 602 066 44,1 (#1)
56 / 140
Aumento10 Governo
2009 610 463 40,2 (#2)
68 / 140
Aumento12 Governo
2013 528 373 30,6 (#2)
50 / 140
Baixa18 Oposição

Fonte[editar | editar código-fonte]