Partido Liberal (Reino Unido)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Logotipo do Partido Liberal.

O Partido Liberal (Liberal Party) foi um dos dois grandes partidos políticos britânicos desde sua criação na metade do século XIX até a década de 1920, e a terceira maior força política do país até 1988. O partido adotou o liberalismo social no final do século XIX, sendo responsável por elementos importantes do estado de bem-estar social. Seus líderes mais importantes foram os primeiros-ministros William Ewart Gladstone no final do século XIX, Herbert Henry Asquith e David Lloyd George durante a Primeira Guerra Mundial. Intelectuais proeminentes como o economista John Maynard Keynes e o reformista social William Beveridge também foram membros do partido. Os liberais saíram do poder em 1922, à exceção de quando integrou governos de coalizão. Em 1988 fundiu-se com o Partido Social Democrata (o SDP) para dar forma a um novo partido, o Partido Liberal Democrata. Desde 2010, os liberal-democratas dão sustentação ao governo do líder conservador David Cameron, tendo seu líder Nick Clegg como vice-primeiro-ministro.

O Partido Liberal cresceu a partir dos Whigs em 1859. William Gladstone liderou o partido – e o governo do Reino Unido – no final do século XIX. O partido se dividiu quanto à proposta de um governo autogerido pelos irlandeses na Irlanda, mas retornou ao poder em 1906 com uma vitória acachapante. Durante este período, os liberais promovera as chamadas Reformas Liberais, que lançaram as bases para o estado do bem-estar social. Durante a Primeira Guerra Mundial, os liberais governaram a Grã-Bretanha através de um governo de coalizão com os conservadores, que acabou em 1922. A partir da década de 1920, o Partido Trabalhista substituiu os liberais como maior força de oposição ao Partido Conservador no Parlamento britânico. O Partido Liberal entrou em declínio, elegendo apenas 6 membros do parlamento na década de 1950.

O partido voltou a ganhar força nas décadas de 1960 e 1970, mas foi apenas em 1981, quando os liberais forjaram uma aliança com o então recém fundado Partido Social Democrata (o SDP) – a chamada SDP-Liberal Alliance –, que o partido voltou a obter considerável êxito eleitoral. Na eleição geral de 1983, a aliança obteve 25,4% dos votos contra 27,6% dos votos dos trabalhistas, então oposição oficial ao governo da líder conservadora Margaret Thatcher. Apesar disso, o resultado se traduziu em apenas 23 assentos (de um total de 650) contra 209 dos trabalhistas. Em 1988, os liberais se fundiram formalmente ao SDP para darem origem ao atual Partido Liberal Democrata, embora uma pequena parcela dos liberais contrários à fusão tenha fundado um novo Partido Liberal em 1989.

Principais lideranças históricas[editar | editar código-fonte]

Divisão do eleitorado britânico por partido: o percentual de votos recebidos pelos conservadores (azul), whigs/liberais/liberal-democratas (alaranjado) e trabalhistas (vermelho) em todas as eleições gerais desde 1832.

Primeiros-ministros

Demais membros do Parlamento

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.