Partido Nacional (Uruguai)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Partido Nacional
Somos Idea
La Unión Nos Hará Fuerza
Presidente Luis Alberto Heber
Fundação 10 de agosto de 1836
Sede Montevidéu
Ideologia Democracia
Nacionalismo
Conservadorismo
Pan-americanismo
Herrerismo
Afiliação internacional COPPPAL
ODCA
Cores       Azul Claro

      Branco
Site
partidonacional.org.uy

Política do Uruguai
Partidos políticos
Eleições

O Partido Nacional, ou Partido Blanco, é um partido político uruguaio de inspiração conservadora, ligada ao interior e a cadeia de produção primária. Hoje assume uma postura tendendo a centro-direita.[1]

Como o Partido Colorado, remonta à criação do Estado uruguaio. Reconhece como seu fundador o general Manuel Oribe, quem fora vice-chefe da Cruzada Libertadora dos Trinta e Três Orientais, na luta pela independência do Uruguai contra o Império do Brasil (1825-1828). Tem suas origens nos enfrentamentos entre os líderes da independência de 1830. Em 1836, enfrentam-se os partidários do presidente Manuel Oribe e o grupo que apoiava Fructuoso Rivera (presidente entre 1830-1834).

Na batalha de Carpinteria surgiram as cores das divisas que posteriormente identificam cada grupo político: blancos, partidários de Manuel Oribe, e colorados (vermelho), os de Rivera.[2] Isto conformou um bipartidismo que durou até princípios do século XXI, com a ascensão ao poder da Frente Amplio, com Tabaré Vásquez.

Os blancos são identificados com o pensamento conservador do Uruguai. Em sua história, reagiram contra o projeto reformista, tendendo ao welfare state, que personificou o batllismo ao longo de décadas. Com base na afirmação das vantagens da "economia natural", dos direitos da propriedade privada e dos benefícios derivados do livre câmbio, os blancos foram vinculados com o rural, o "criollo", com a pecuária e com a terra. Durante anos o Partido Nacional teve como líder fundamental Luis Alberto de Herrera, que faleceu em 1959.

Na atualidade as principais lideranças são os senadores Luis Lacalle Pou, Jorge Larrañaga, e o ex-presidente Luis Alberto Lacalle.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Declaración de Princípios del Partido Nacional (s/d). Visitado em 15/03/2015.
  2. Historia Partido Nacional de Uruguay (12/12/2011). Visitado em 15/03/2015.