Partido de los Trabajadores Socialistas (Argentina)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Partido de los Trabajadores Socialistas
Fundação 1988
Sede Buenos Aires, Argentina
Ideologia Marxismo, Trotskismo
Afiliação internacional Fração Trotskista - Quarta Internacional

O Partido de los Trabajadores Socialistas (PTS) é um partido político argentino, de orientação trotskista.

Origem do partido e ideologia[editar | editar código-fonte]

Surgiu em 1988, como uma cisão do Movimiento al Socialismo, a partir da Tendencia Bolchevique Internacionalista, corrente interna formada no processo de debate iniciado no III Congresso do MAS. Em seus primeiros documentos, o PTS declarava que o MAS tinha uma definição revisionista do internacionalismo e que se convertera em nacional-trotskista, polemizando com a linha oficial do MAS naquele momento, segundo a qual a Argentina era "o centro da revolução mundial". Nestes primeiros documentos, o PTS reivindicava o legado político de Nahuel Moreno e colocava que a direção do MAS havia se "degenerado" depois da morte deste [1] . Posteriormente, o PTS publicou vários balanços críticos sobre a trajetoria de Moreno [2] . Atualmente, o PTS se autodefine como:

«uma organização marxista revolucionaria cujas bases teóricas, programáticas e de princípios, se encontram na herança legada por más de 150 anos de lutra do movimento operário e socialista, o Manifesto Comunista, as críticas ao Programa de Gotha e Erfurt, as lições da Comuna de Paris, os ensinamentos da Revolução russa de 1905, Revolução russa de 1917, da Primeira e Segunda Internacionais, da Internacional Comunista em seus quatro primeiros Congressos, da luta da Oposição de Esquerda Internacional contra el termidor estalinista e a burocratização, da teoria-programa da Revolução Permanente, do Programa de Transição e das bandeiras da IV Internacional fundada por León Trotsky.[3] »


Referências

  1. Liszt, Gabriela. "Historia y balance del MAS argentino" (em espanhol). Lucha de Clases. Revista marxista de teoría y política. 2006,
  2. Manolo Romano. Polémica con la LIT y el Legado Teórico de Nahuel Moreno (em espanhol). ft.org.ar. Página visitada em 17/02/14.
  3. Historia de los partidos politicos de Argentina (parte 2) - Partido de los Trabajadores Socialistas (em espanhol) Taringa - página visitada em 17/02/2014