Partido dos Trabalhadores da Coreia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Coreia do Norte
Emblem of North Korea.svg

Este artigo é parte da série:
Política e governo da
Coreia do Norte




Bandeira do partido

O Partido dos Trabalhadores da Coreia (WKP) ou Partido marxista-leninista-maoista da Coreia (coreano: 朝鮮勞動黨; 조선 로동당; Chosŏn Rodongdang) é o partido que governa a República Popular Democrática da Coreia (Coreia do Norte). Não é o único partido permitido no país, existem outros dois partidos que são insignificante e completamente subserviente ao WPK, principalmente devido a Constituição norte-coreana afirmar que o país "deve conduzir todas as atividades sob a liderança do Partido dos Trabalhadores da Coreia".[1] Os outros partidos são o Partido Chondoísta e o Partido Social-Democrata.

Segundo fontes norte-coreanas, o Partido dos Trabalhadores da Coreia teve suas origens na Down-With-Imperialism Union, que supostamente foi fundada em 17 de outubro de 1926 e liderada por Kim Il-sung, então com 14 anos de idade. Ela é descrita nessas fontes como "a primeira verdadeira organização revolucionária comunista na Coréia".[2] O Partido dos Trabalhadores da Coreia foi constituído em 29 de agosto de 1946 a partir da fusão entre o Partido Comunista da Coreia do Norte e do Novo Partido Democrático do Coréia.[3]

Referências

  1. Jean-Pierre Maury (6 de julho de 2010). République populaire démocratique de Corée - Constitution du 5 septembre 1998 (em fr) 'République populaire démocratique de Corée' Université de Perpignan ( França). Visitado em 2 de agosto 2013.
  2. Kim Il-sung. Works Vol. I. Pyongyang: Foreign Languages Publishing House. 1980. p. 467.
  3. Kim Il-sung. Works Vol. 2. Pyongyang: Foreign Languages Publishing House. 1980. p. 327.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]