Passiflora ligularis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Como ler uma caixa taxonómicaP. ligularis
Polpa de granadilha a mostra

Polpa de granadilha a mostra
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Malpighiales
Família: Passifloraceae
Género: Passiflora
Espécie: P. ligularis
Nome binomial
Passiflora ligularis
A.Juss.

Passiflora ligularis, comumente conhecida como maracujá doce ou bem raramente pelo nome de Granadilha, é uma planta do gênero Passiflora. É nativa das montanhas andinas entre Bolívia, Venezuela e Colômbia. Ela cresce entre o sul e norte da Argentina e norte do México. Fora da sua localização natural ela cresce nas montanhas tropicais da África e Austrália (onde é conhecida simplesmente como maracujá), e agora são comuns em mercados locais da Papua-Nova Guiné, onde é conhecida como ‘sugar fruit’.

Gosta de clima que varia de 15º para 18°C entre 600 e 1000 mm de chuva anual. A altitude preferível varia entre 1.700 a 2.600 metros acima do nível do mar. Tem abundantes e simples folhas e flores branca-esverdeadas.

A fruta tem tom variante de laranja para amarelo com pequenas marcas claras. Possui forma redonda com uma ponta que termina no tronco. Tem entre 6,5 e 8 cm de comprimento e de 5,1 e 7 cm de diâmetro. A casca externa é dura e escorregadia, e tem estofo macio no interior para proteger as sementes, que são duras e negras, cercadas por uma esfera e gelatinosa de polpa transparente. Esta é a parte comestível da fruta e possui sabor suave e doce, além de conter vitaminas A, C e K, fósforo, ferro e cálcio.

Os maiores produtores são Peru, Venezuela, Colômbia, Equador, Brasil, África do Sul e Quênia. Os maiores importadores são os Estados Unidos, Canadá, Bélgica, Países Baixos, Suíça e Espanha.