Passo das Tunas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Passo das Tunas é um balneário localizado no rio Vacacaí. Dista 12 km do centro da cidade de Restinga Seca, por ligação asfáltica, na divisa com o município de Formigueiro e é um dos mais belos e visitados balneários da região central do estado do Rio Grande do Sul.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Dispõe de uma boa infra-estrutura, com banheiros públicos, chuveiros ao ar livre, posto de atendimento da Brigada Militar, salva-vidas, atendimento ambulatorial, além de mercados, lancherias, bares, restaurante, sorveterias, diversas lojas de variedades, cancha de bocha, áreas para futebol de areia, vôlei, etc. Em sua vasta área verde localiza-se o camping,[1] com área total de 32.895m2, com capacidade para 400 barracas, contando com abastecimento de água potável. Fora da área de camping há 225 residências.

Durante a temporada de veraneio há uma intensa programação de eventos, dentre shows, concursos de beleza, campeonatos de esportes, como vôlei, futebol, canoagem, etc. A extensa faixa de areia à beira d’água permite aos turistas aproveitarem ao máximo o sol, intercalando com os banhos, protegidos por salva-vidas.

Balneabilidade[editar | editar código-fonte]

Nos meses de janeiro e fevereiro já foram registrados finais de semana com cerca de 10.000 turistas.

Em fevereiro de 2008, as águas de Passo das Tunas foram consideradas impróprias para banho devido aos altos índices de coliformes fecais encontrados nas águas (acima de mil coliformes fecais por 100 ml de água).[2] No entanto, em janeiro de 2009, segundo dados da FEPAM, a balneabilidade foi restabelecida.[3]

Referências

  1. SETUR - Camping Balneário Passo da Tunas Turismo.rs.gov.br. Visitado em 10 de janeiro de 2009.
  2. Zero hora - Fepam alerta para poluição em seis locais no Litoral Norte Zerohora.clicrbs.com.br. Visitado em 10 de janeiro de 2009.
  3. Fepam divulga novo boletim sobre a balneabilidade no Litoral Sul, Médio e no Rio Uruguai Estado.rs.gov.br (9 de janeiro de 2009). Visitado em 10 de janeiro de 2009.