Pata de Elefante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Pata de Elefante
Informação geral
Origem Porto Alegre/RS
País  Brasil
Gênero(s) Rock instrumental
Período em atividade 2002 - 2013
Página oficial www.patadeelefante.com
Integrantes Daniel Mossmann
Gabriel Guedes
Gustavo Telles
Edu Meirelles

Pata de Elefante foi uma banda brasileira de rock instrumental, formada em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul e que permaneceu em atividade por cerca de onze anos.

História[editar | editar código-fonte]

A banda foi formada em janeiro de 2002 com a proposta de fazer rock no Brasil sem nenhuma letra, apenas utilizando o instrumental.

Em dezembro de 2004, lançaram seu primeiro álbum , o homônimo Pata de Elefante, pela gravadora goiana Monstro Discos.[1] Desde então, a Pata de Elefante passou a se apresentar nos principais festivais de música independente do Brasil: Goiânia Noise Festival (2004, 2006 e 2007), Festival Calango (Cuiabá, 2005), Semana da Música de Cuiabá (2006), Feira da Música Independente de Brasília (2006), Grito Rock (Cuiabá, 2007), Gig Rock (Porto Alegre, 2006 e 2007) e Abril Pro Rock (Recife, 2008).[2]

Em 2007, foi lançado o segundo CD, intitulado Um Olho no Fósforo, Outro na Fagulha.

A banda teve a canção "Hey!" incluída em uma coletânea de bandas independentes brasileiras lançada em 2008 pela revista francesa Brazuca.[3]

Em 2009, ganhou o VMB 2009 na categoria Instrumental.

Em Março de 2013 , Gustavo Telles "Prego" oficializou através da rede social Facebook, o término da banda em seu perfil pessoal, bem como na fanpage da Pata de Elefante: "Pessoal, a Pata de Elefante acabou! Foram 11 anos de trajetória, 4 discos lançados (o último será lançado pela internet em abril), shows em diversos estados e músicas utilizadas em trilhas sonoras de filmes, entre tantas realizações. Agradecemos a todos que auxiliaram a Pata a desenvolver sua música e a todos que curtem! A música fica! E a vida segue! Forte Abraço a todos!"

Há especulações de que um desentendimento entre o baixista Gabriel Guedes e o baterista Gustavo Telles teria ocorrido, justificando a separação repentina do grupo. Porém absolutamente nada foi confirmado e quando questionados por algum fã acerca do fim, a resposta é tranquila e firme, esclarecendo que a decisão é irrevogável e sempre procurado frisar os novos trabalhos. Muito embora Prego tenha anunciado o lançamento de um álbum "póstumo", o mês previsto terminou sem ter-se notícia alguma do esperado novo trabalho da Pata. Não foram divulgadas nem há previsões conhecidas de nova data.


Integrantes[editar | editar código-fonte]

Músicos Convidados e Participações Especiais[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 2004 - Pata de Elefante - Monstro Discos
  • 2007 - Um Olho no Fósforo, Outro na Fagulha - Monstro Discos
  • 2010 - Na Cidade - Trama
  • 2013 - Álbum a ser lançado, título desconhecido

Notas

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]