Patrícia Perrone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde Agosto de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Patrícia Perrone (Rio de Janeiro, 30 de novembro de 1973) é atriz e jurista brasileira.

Patrícia Perrone Campos Mello teve uma promissora carreira de atriz na Rede Globo, entre os anos de 1992 e 1996. Atuou em telenovelas e minisséries como Despedida de Solteiro e As Noivas de Copacabana, e ainda fez cinema e teatro.

Patrícia é co-autora da peça teatral (que se tornou best-seller quando editado em livro) Confissões de Adolescente, escrito em parceria com a também atriz e escritora Maria Mariana, sua grande amiga nos tempos de dramaturgia. Com o sucesso desta empreitada teatral, a TV Cultura comprou os direitos de Confissões e produziu o seriado homônimo na primeira metade da década de 1990. Filmado em película e com um texto que se adaptava à realidade de boa parte dos adolescentes (sobretudo as meninas), o premiadíssimo Confissões de Adolescente teve alguns de seus episódios escritos por Patrícia. Patrícia, porém, não pode fazer parte do elenco por estar comprometida na época com outro trabalho na Rede Globo, sendo substituída pela atriz Georgiana Góes.

Após algumas aparições esporádicas nos anos de 1995 e 1996 em algumas produções globais, Patrícia abandonou a carreira de atriz e ingressou na faculdade de Direito da Universidade Cândido Mendes, formando-se em 1999. No ano seguinte, tornou-se procuradora do Estado do Rio de Janeiro e, em 2006, concluiu mestrado em Direito Público pela UERJ. Durante o período de pós-graduação e de atuação na Procuradoria do Estado, Patrícia firmou-se como uma pensadora da área jurídica [carece de fontes?], tendo lançado em 2008 o livro Precedentes - O Desenvolvimento Judicial do Direito no Constitucionalismo Contemporâneo, que discute a evolução e os conceitos dos precedentes judiciais no Brasil.

Carreira artística[editar | editar código-fonte]

Na televisão[editar | editar código-fonte]

Como atriz
Como roteirista

No cinema[editar | editar código-fonte]

No teatro[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cinemateca Brasileira Uma Escola Atrapalhada [em linha]
Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.