Patricia Espinosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Patricia Espinosa
Patricia Espinosa
43ª Secretária de Relações Exteriores do  México
Mandato 1 de dezembro de 2006-
1 de dezembro de 2012
Presidente Felipe Calderón
Antecessor(a) Luis Ernesto Derbez
Sucessor(a) José Meade Kuribreña
Vida
Nascimento 21 de Outubro de 1958 (55 anos)
Cidade do México, D.F
 México
Dados pessoais
Alma mater El Colegio de México
IUHEI
Partido Ação Nacional
Religião Católica
Profissão Diplomata

Patricia Espinosa Cantellano (Cidade do México, 21 de outubro de 1958) é uma diplomata mexicana, atual Secretária de Relações Exteriores. Tomou posse em 2009 após a nomeação pelo presidente Felipe Calderón.

Formada em Relações internacionais pelo Colegio de México e em direito internacional pelo IUHEI, foi também embaixadora na Áustria, Alemanha, Eslovênia e Eslováquia antes de assumir a Secretaria.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira diplomática em 16 de setembro de 1986. Foi Representante do México perante as Nações Unidas em Genebra e Nova Iorque, notabilizando-se por tratar de temas envolvendo narcotráfico, direitos humanos e desenvolvimento social. Nomeada embaixadora em 2001 e um ano após foi nomeada Embaixadora do México em Berlim. Durante este período foi também representante de seu país perante a Agência Internacional de Energia Atômica.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Patricia Espinosa
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.