Patricia Moreno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Patricia Moreno
Informações pessoais
Nome completo Patricia Moreno Sánchez
Apelido Patri
Modalidade ginástica artística feminina
Especialidade solo
Representante Espanha
Nascimento 7 de janeiro de 1988 (26 anos)
Madri, Madri
Nacionalidade Espanha espanhola
Compleição Altura: 1,42 m
Nível sênior
Treinador Jesus Carballo
Clube Pozuelo
Período em atividade 1998 - atualidade

Patricia Moreno Sánchez (Madri, 7 de janeiro de 1988) é uma ginasta espanhola que compete em provas de ginástica artística.

Moreno iniciou-se na ginástica em 1995, influenciada pela romena Simona Amanar. Conquistou, pela primeira vez, uma medalha olímpica para ginástica artística feminina da Espanha, nos Jogos de Atenas em 2004, nos quais foi a terceira no solo com a pontuação de 9,487. Durante as Olimpíadas, Moreno também estreou o salto tripla pirueta e meia no solo, um movimento que é agora intitulado Moreno.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Filha de Fernando e Maria José, Patricia iniciou-se na ginástica aos sete anos e teve sua estreia em campeonatos internacionais, enquanto membro da equipe espanhola, em abril de 2002, no Grã-Bretanha vs Espanha Júnior[1] , do qual saiu com o ouro por equipes e o bronze do individual geral. No ano seguinte fez sua estreia sênior no Campeonato Nacional Espanhol - no qual conquistou a prata no solo e no individual geral e o bronze no salto - e no Mundial de Anhaneim, nos Estados Unidos, no qual atingiu a quinta colocação por equipes e a 22ª no concurso geral.[2]

Em 2004, aos dezesseis anos, participou de sua primeira Olimpíada - Os Jogos de Atenas. Nesta edição, classificou-se para duas finais: Por equipes, não subiu ao pódio e encerrou na quinta posição. Na disputa individual, no solo, conquistou o bronze, superada pelas romenas Catalina Ponor e Daniela Sofronie. Com esse resultado, a atleta tornou-se a primeira ginasta a conquistar uma medalha olímpica para a nação. Perdendo a maior parte das competições de 2005, devido a uma lesão [carece de fontes?], Moreno disputou duas etapas da Copa do Mundo, nas quais conquistou duas medalhas - bronze nas barras assimétricas e prata no solo, na edição de São Paulo.[2]

Em 2006, no Europeu de Volos, Patricia foi à final por equipes, na qual atingiu a quarta colocação. No Nacional Espanhol, subiu ao pódio como segunda colocada geral. No ano seguinte, Moreno saiu-se como a maior vitoriosa da edição Nacional,[3] competiu no Europeu de Amsterdã, no qual qualificou-se para as finais do individual geral e no solo. Na primeira, ficou na 15ª colocação e na segunda, em sétimo. No Mundial de Stuttgart, não ultrapassou a qualificatória por equipes.[2] Em 2008, foi aos Jogos de Pequim, mas não defendeu a equipe espanhola em nenhuma disputa. Aos 21 anos, a ginasta continua a defender a equipe nacional [carece de fontes?].

Principais resultados[editar | editar código-fonte]

Ano Evento AA Equipe Salto sobre o cavalo Trave Barras assimétricas Solo
1998 Campeonato Nacional Espanhol Alevin Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de prata
2002 Campeonato Nacional Espanhol Júnior Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de ouro Medalha de ouro
2003 Campeonato Nacional Espanhol Medalha de prata Medalha de bronze Medalha de prata
2004 Jogos Olímpicos Medalha de bronze
Campeonato Europeu
2006 Copa do Mundo - Gante Medalha de prata
2007 Campeonato Nacional Espanhol Medalha de ouro

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Patricia Moreno > Home > Bio Dados (em espanhol) Patricia Moreno Site oficial. Página visitada em 23 de julho de 2009.
  2. a b c Resultados (em espanhol) Patricia Moreno Site oficial. Página visitada em 23 de julho de 2009.
  3. Moreno Wins Spanish Nationals (em inglês) International Gymnasts. Página visitada em 23 de julho de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]