Patricinha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Maio de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.

O termo patricinha (português brasileiro) ou betinha (português europeu) é uma gíria que remete a uma mulher que na maioria das vezes ama cor-de-rosa, é bem cuidada e tem uma ótima auto-estima (as vezes de forma excessiva). Normalmente são adolescentes, ou estão na faixa dos 20 anos e andam em grupos, com outras moças que compartilham os mesmos gostos. No final da década de 2000, o símbolo das patricinhas foi representado pela Carol Freire, devido principalmente à vestimenta e o estilo mostrado em público. Em alguns círculos sociais o termo é usado de forma pejorativa, como sinônimo de adolescente esnobe e por vezes desagradável devido ao egocentrismo de algumas delas.

No Brasil, o equivalente a patricinha na idade adulta costuma ser associado a socialite, que é uma mulher que vive uma vida luxuosa.

Para ser patricinha não é necessário ter uma classe social elevada apesar da imagem que foi criada devido aos filmes americanos assim como não existem apenas patricinhas loiras. Na verdade elas são de diversas etnias e classe sociais.

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • Mauricinho - equivalente masculino
  • [[1]]

Referências

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.