Patrick Larley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Patrick Larley (1951) é um músico e compositor britânico nascido em Frodsham, Cheshire.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Larley estudou órgão e o canto no Royal Manchester College of Music e foi nomeado membro do Royal College of Organists. Começou sua carreira como regente substituto do coro da catedral de Wells, depois tornando-se segundo organista na catedral de Santo Asaph, para em seguida ser nomeado Mestre do Coro e Diretor Musical na St. James’ Choir School, na igreja Great Grimsby Parish Church, em Lincolnshire. Após, foi Diretor Musical do Ellesmere College, em Shropshire.

É agora compositor, maestro, cravista e organista free-lancer, e é também Diretor Musical da Ludlow Choral Society (Shropshire) e da Birmingham Festival Choral Society, tendo antes dirigido também a Nantwich Choral Society, no Cheshire. Fundou igualmente e dirige ainda vários conjuntos vocais incluindo Voice, os Gallery Players e a Chudleigh's Cumpanie.

Por último, tem dado recitais em catedrais e igrejas na Grã-Bretanha, França, Alemanha, República Checa, Bélgica, Itália e Irlanda, como regente e organista.

Vive com a sua esposa em uma pequena aldeia agrícola ao norte do País de Gales.

Música[editar | editar código-fonte]

O essencial da música de Larley está na música sacra coral, variando de peças curtas a cappella, como A girl for the Blue, a trabalhos em grande escala para coro, solistas e orquestra, tal como a sua missa Mass of a Thousand Ages, escrita para o novo milénio e estreada em abril de 2000.

Seu estilo é leve, tonal e acessível, com dissonâncias suaves, melodias que parecem voar e sincopação equilibrada. Mistura as suas profundas raízes religiosas no cantochão e na liturgia monástica com a simplicidade da música folclórica celta. As críticas e os especialistas compararam o seu estilo ao de Gerald Finzi, William Mathias, John Rutter, Frederick Delius e Leonard Bernstein. Algumas de suas obras corais foram registradas em CD, e também foram difundidas pela Radio 3 da BBC, atingindo grandes públicos no Reino Unido e nos Estados Unidos da América.

Principais obras[editar | editar código-fonte]

Obras para coro e orquestra[editar | editar código-fonte]

Obras para coro a cappella[editar | editar código-fonte]

Discografía selecionada[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]