Paul Bril

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paisagem fantástica de uma montanha, Paul Bril, 1598
Diana e Callisto, Paul Brill, Década de 1520

Paul Bril (Antuérpia, 1554Roma, 1626) foi um pintor e paisagista flamengo barroco, activo no século XVII, na cidade de Roma. Era irmão do também célebre Mathijs Bril.

Juntamente com o irmão, trasladou-se na juventude para Roma, onde estudou com vários pintores e em diversos ateliers. Depois dos estudos, e com o talento enaltecido pelos muitos mecenas burgueses que enchiam a Roma seiscentista, foram ambos contratados para pintar vários frescos em igrejas e até mesmo na Catedral de São Pedro, no Vaticano.

Mas Mathijs jovem morreu, em 1583, e foi Paul que levou o apelido Bril para a frente. Da sua obra, hoje, são conhecidas maioritariemente, paisagens e inúmeros frescos, tal como gravuras e trabalhos em cobre.

Mas foram as paisagens que lhe trouxeram realmente o valor do reconhecimento, tendo inspirado pintores do «grand-monde» da arte, como Nicolas Poussin e Claude Lorrain.