Paul Rusesabagina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paul Rusesabagina.

Paul Rusesabagina (15 de Junho de 1954) é um cidadão de Ruanda internacionalmente reconhecido pela sua atuação humanitária durante o Genocídio de Ruanda em 1994, no qual foram exterminados aproximadamente 800 mil Tutsies.

Paul era da etnia hutu enquanto sua mulher era da etnia tutsi. Durante os combates ele abriga sua família no hotel Les Mille Collines em Kigali, de propriedade do grupo belga Sabena, onde era gerente. Com a saída dos hóspedes do hotel, Paul o abre aos refugiados, salvando assim 1268 pessoas.

A história de Paul Rusesabagina ficou internacionalmente conhecida quando foi retratada no filme Hotel Ruanda de 2004, numa actuação de Don Cheadle nomeado ao Óscar.

Em 2005 recebeu do presidente americano George W. Bush a "Presidential Medal of Freedom" dos EUA.

Atualmente ele vive em Kraainem, na Bélgica, com sua esposa Tatiana, seus filhos e sobrinhos, onde montou uma empresa de transportes. Paul é membro da igreja Adventista do Sétimo Dia.

Prémios Internacionais[editar | editar código-fonte]

  • Immortal Chaplains Prize for Humanity (2000)
  • Wallenberg Medal da Universidade de Michigan (2005)
  • National Civil Rights Museum Freedom Award (2005)
  • Presidential Medal of Freedom (2005)
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.