Paul da Serra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikipedia lexikon2.jpg   Nota linguística: A grafia Paúl da Serra é bastante frequente, mas está, no entanto errada. As palavras portuguesas terminadas em -ul, tais como Raul, Saul ou Paul não carecem de acento gráfico..


Paul da Serra
Paul da Serra - from Encumeada to Rabaçal.jpg
Paul da Serra
Mapa
Paul da Serra está localizado em: Madeira
Paul da Serra
Localização de Paul da Serra no mapa da Madeira.
Carregue no globo abaixo para uma visão mais detalhada
Dados gerais
Concelho Ponta do Sol (Madeira)
Freguesia Ponta do Sol (freguesia)
Tipo de acidente geográfico: planalto
Coordenadas geográficas 32° 44' 1.45" N 17° 3' 10.67" W32° 44' 1.45" N 17° 3' 10.67" W
Altitude 1500 m
Área 24 km²

O Paul da Serra é o maior e mais extenso planalto da ilha da Madeira com cerca de 24 km², com uma altitude média de aproximadamente 1500 metros.[1] O seu ponto mais elevado é o pico Ruivo do Paul, com 1640 metros, de onde se pode admirar a extensão de todo o planalto. Em dias de boa visibilidade, poder-se-á observar o mar da costa sul e norte.

O Paul da Serra é considerado a mais importante área de recarga de águas subterrâneas da ilha, sendo que a sua estrutura plana facilita a infiltração de uma parte significativa da elevada precipitação anual, ao mesmo tempo que retarda o escoamento superficial em direcção ao mar.

A denominação de paul deve-se exactamente ao facto de que após chuvadas intensas de Inverno e Primavera formam-se charcos temporários que podem chegar a atingir extensões consideráveis e que são habitats únicos e valiosos que se encontram sob protecção específica da legislação comunitária. Aliás, o Paul da Serra está classificado como Zona de Proteção Especial (ZPE), ao abrigo da Directiva Aves e como Zona Especial de Conservação (ZEC), integrado na Rede Natura 2000. Encontra-se integrado no Parque Natural da Madeira e acima dos 1400 metros está classificado como Reserva Geológica e de Vegetação de Altitude.

A cobertura do solo, em praticamente todo o Paul da Serra, é composta por vegetação rasteira, remanescente da sua anterior utilização como local de pasto, salientando-se entre outras a feiteira (Pteridium aquilinum), o feno da Madeira (Agrostis castellana), a giesta (Cytisus scoparius ssp. scoparius, C. striatus e C. multiflorus), a carqueja (Ulex europaeus ssp. latebracteatus e U. minor), o hipericão ou pelicão (Hypericum linarifolium e H. humifusum) e o alecrim-da-serra (Thymus micans), uma espécie endémica da ilha da Madeira, confinada ao maciço montanhoso central. Com o abandono do pastoreio, devido a políticas governamentais de recuperação ambiental das montanhas da ilha, pode ser observada a recuperação, lenta mas consistente, da vegetação que se pensa ser a original, antes do abate pelos colonizadores. Esta vegetação, composta essencialmente por urzes das espécies Erica arborea e Erica platycodon ssp. maderincola, forma urzais de altitude de porte arbóreo com até 9 metros de altura, como o observado na zona da Bica da Cana, no extremo nordeste do planalto. No entanto, o cedro-da-Madeira (Juniperus cedrus ssp. maderensis) que deveria ter feito parte dessa vegetação original, muito dificilmente voltará a ocupar o seu lugar.

Por ser uma zona plana, torna-se favorável à instalação de parques eólicos, existindo actualmente vários em funcionamento, com outros em projecto. Praticamente toda a energia eólica produzida na ilha, provém destes.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Paul da Serra
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia da Região Autónoma da Madeira, integrado no Projecto Madeira é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.