Paula Picarelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2013) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Paula Picarelli
Nome completo Paula Picarelli Ribeiro Porto
Nascimento 12 de junho de 1978 (35 anos)
São Paulo, São Paulo
 Brasil
Ocupação Atriz e apresentadora

Paula Picarelli Ribeiro Porto (São Paulo, 12 de junho de 1978)[1] é uma atriz brasileira de televisão e teatro.

Destacou-se como a personagem Rafaela, interpretada em 2003, da telenovela Mulheres Apaixonadas[2] , da Rede Globo.

Desde 2005 apresenta o programa Entrelinhas, da TV Cultura.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formou-se em Artes Cênicas na USP e participou de peças do circuito alternativo de São Paulo. Fez parte do Nucleo Bartolomeu de Depoimentos, um grupo de teatro hip hop.

Seu primeiro papel em telenovelas foi em Mulheres Apaixonadas, da Rede Globo. Paula viveu Rafaela, personagem lésbica que tinha um romance com Clara (interpretada por Aline Moraes). Apesar do receio das atrizes e da produção, as personagens fizeram sucesso com os telespectadores, o que fez com que as duas atrizes formassem o primeiro casal homossexual bem aceito pelos público, que inclusive torceu para o final feliz das personagens.

Antes, a atriz trabalhou por três meses na série Sandy & Junior, em que interpretou Carol, namorada do protagonista. Ela conseguiu o papel por um teste feito na Rede Globo, em sua terceira tentativa de entrar na emissora. Paula já havia apresentado também o programa Sexualidade, Prazer em Conhecer, na TV Futura.

Há alguns anos, Picarelli participou das filmagens de Foliar Brasil, dirigido por Carolina Paiva. O documentário, gravado em Salvador, conta histórias de festas brasileiras, principalmente do carnaval, e utiliza nomes de personagens da antiga comédia italiana. A personagem de Paula é Colombina, que vai à Bahia procurar suas origens. Um dos locais utilizados como cenário foi o trio de Daniela Mercury durante o carnaval de 2004.

Em 2005, fez um espetáculo solo chamado Do que Orlando me Disse, inspirado no Orlando de Virginia Woolf, com direção de Georgete Fadel e, em 2007, fez, junto com a Cia Estúpida, a peça Como me Tornei Estúpido, baseada no romance homônimo de Martin Page.

Apresentou o programa Entrelinhas, da TV Cultura, de 2005 a 2012, que era exibido aos domingos, com reprise durante a semana. O programa fala sobre literatura, com matérias sobre lançamentos de livros, entrevistas com autores e dicas de leituras.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Obra Personagem
2000 O Cravo e a Rosa Cássia
2001 Sandy & Junior Carolina (Carol)
2003 Mulheres Apaixonadas Rafaela Machado
2005 - 2012 Entrelinhas Ela Mesma (apresentadora)
2008 9mm: São Paulo Namorada de Eduardo
2012 Amor Eterno Amor Anita Lisboa

Referências

  1. Paula Picarelli. interfilmes.com. Página visitada em 30 de junho de 2013.
  2. Televisão / Mania nacional, assim como o futebol / 1994 - 2004. Diário de Santa Maria (27 de novembro de 2004). Página visitada em 30 de junho de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.