Paula Toller

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Paula toller)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde março de 2014)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Paula Toller
Informação geral
Nome completo Paula Toller Amora
Nascimento 23 de agosto de 1962 (52 anos)
Local de nascimento Rio de Janeiro, Brasil
Gênero(s) Rock alternativo, pop rock, MPB
Instrumento(s) Vocal, violão
Período em atividade 1982 - atualmente
Gravadora(s) Warner Music Brasil
Afiliação(ões) Kid Abelha, Leoni, Herbert Vianna
Página oficial www.paulatoller.com

Paula Toller Amora (Rio de Janeiro, 23 de agosto de 1962) é uma cantora e compositora brasileira, conhecida como vocalista da banda Kid Abelha.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Infância e juventude[editar | editar código-fonte]

Paula foi criada pelos avós paternos Paulo e Renée, ele cirurgião aposentado, ex-assessor da presidência da República e do governo do estado da Guanabara, historiador e autor de vários livros; ela dona de casa e gerente de uma pensão de senhoras idosas. O pai de Paula também morava com eles, já a mãe abandonou-a quando ainda era criança.

Aos dezessete anos entrou para os cursos de Desenho Industrial e Comunicação Visual da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Cquote1.svg Eu estava em meu quarto. Na sala de visitas, meu namorado e meus avós assistiam TV. Ouvi um som legal e corri para ver o que era. Era a Gang 90 e as Absurdettes cantando "Perdidos na Selva" num festival da Rede Globo. Ninguém percebeu, mas, naquele momento, minha vida mudara completamente e tive certeza de que cantaria aquele tipo de música Cquote2.svg

Carreira[editar | editar código-fonte]

Kid Abelha[editar | editar código-fonte]

Sua carreira musical começou como vocalista do então chamado Kid Abelha e os Abóboras Selvagens, banda na qual está até hoje, apesar da carreira solo. Em 1982 já cantava e compunha no Kid Abelha, abandonando a universidade em 1984, às vésperas de se formar. Nesse mesmo ano iniciou o aprendizado de técnica vocal com a professora e cantora lírica Vera Maria do Canto e Mello e gostava de cantar Lieder (músicas) em alemão, o que despertou seu interesse pelo idioma, que estuda até hoje.

O primeiro compacto da banda, Pintura íntima, foi lançado em 1983 e hoje ainda faz shows e vende discos numa carreira marcada por pontos altos do que baixos. Entre os seus muitos grandes sucessos estão "Fixação", "Como eu quero", "Alice não me escreva aquela carta de amor", "No seu lugar", "Eu tive um sonho", "Te amo pra sempre", "Eu só penso em você", "Eu contra noite", "Lágrimas e chuva", "Nada sei", "No meio da rua", "Amanhã é 23" e "Grand' Hotel".

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Desde 1987, é casada com o cineasta Lui Farias. Este dirigiu diversos clipes do Kid Abelha e compôs ainda com George e Paula. Paula tem um filho chamado Gabriel, nascido em 1989. E a ele foi dedicada a música chamada Oito Anos, gravada no disco Paula Toller (e regravado por Adriana Calcanhoto no disco Adriana Partimpim), e a música "Barcelona 16", de SoNós.

Paula Toller teve um relacionamento com o músico Leoni, que saiu do Kid Abelha em 1986 (e posteriormente formou a banda Heróis da Resistência). Também foi casada com o músico Herbert Vianna, vocalista do grupo Os Paralamas do Sucesso. Os dois só voltaram a compor juntos no disco "Meu Mundo Gira em Torno de Você" de 1997, onde dividiram a música "A Moto".

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Paula Toller
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Paula Toller