Paulo Mancha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Paulo D'Amaro (São Paulo, 1968), mais conhecido como Paulo Mancha, é um jornalista, comentarista esportivo e músico brasileiro.

Paulo "Mancha" D'Amaro formou-se em jornalismo pela Universidade de São Paulo (USP) em 1991 e atuou como repórter e editor em diversas publicações de Editora Abril, Editora Globo e Editora Peixes.

Ganhou por duas vezes a menção honrosa do Prêmio Abril de Jornalismo [1] e também foi o vencedor do Prêmio Volvo - categoria jornalistas[2] [3] .

Por duas vezes, em 2012 e em 2014, ganhou o prêmio de "Melhor reportagem", concedido pela Comissão Europeia de Turismo.[4]

Em sua carreira, destacou-se pelas viagens que fez à Antártica (em missão de reportagem para a Revista Superinteressante)[5] e para o Ártico Norueguês (enviado especial da Revista Caminhos da Terra).

Atualmente, é diretor da agência de comunicação Extra Point[6] , dono do blog Viajando por Esporte e colaborador da revista Seu Próximo Destino.

Atua também na televisão como comentarista de futebol americano desde 2006, tendo colaborado com os canais de televisão Bandsports e Esporte Interativo (cobertura do Super Bowl 45). Atualmente, faz parte da equipe da ESPN Brasil[7] . Em dezembro de 2009, tornou-se membro da Professional Football Researchers Association (PFRA) e desde então tem feito palestras sobre futebol americano por todo o país.

Desenvolve em paralelo uma carreira de músico, como vocalista do grupo de rock Tubaína (ex-Tubaína do Demônio)[8] .

É autor do livro "A Evolução Humana - de onde viemos, para onde vamos" [9]

Em 4 de setembro de 2011, casou-se com a economista russa-ucraniana Elena Vorontsova.

Referências