Peã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Peã ou paian (em grego: παιάν) é o nome de um tipo de hino sacro especialmente dedicado a Apolo. Também era o nome de um deus curador da Grécia arcaica que foi assimilado mais tarde pelo culto de Apolo. Foi usado ainda como um epíteto tanto de Apolo como de seu filho, Asclépio.

Como hino, o peã foi citado já por Homero, e era um canto de triunfo, exaltação ou ação de graças, cantado em forma antifonal por um solista e um coro, acompanhado pela cítara, o instrumento de Apolo, e também pelo aulos. Tipicamente era composto no modo dórico. Em torno do século IV a.C. havia degenerado para uma mera fórmula de adulação, sendo usado também para celebrar mortais. Baquílides e Píndaro deixaram peãs célebres.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Paean», especificamente desta versão.
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.