Peão passado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Começo de um tabuleiro de xadrez. a b c d e f g h
8 8
7 7
6 peão preto em h6 6
5 peão branco em b5 peão branco em e5 peão preto em f5 peão branco em h5 5
4 peão branco em c4 peão preto em d4 peão branco em f4 peão branco em g4 4
3 3
2 2
1 1
a b c d e f g h Fim do tabuleiro de xadrez.
Os peões brancos em b5, c4, e e5 estão passados. O peão negro em d4 também está passado.

Um peão passado é uma terminologia do xadrez que indica uma possível vantagem da estrutura de peões numa partida. Esta vantagem foi analisada inicialmente por Philidor em seu livro Analyse du jeu des échecs onde também são descritas outras desvantagens relacionadas com a cadeia de peões como os peões isolados, atrasados, conectados e dobrados.

O peão passado é aquele que não pode ser bloqueado por um peão adversário e está numa fileira onde não existem peões adversários nas fileiras adjacentes.[1]

A Wikipédia possui o
Portal de Enxadrismo

Referências

  1. Golombek, Harry. Golombek's Encyclopedia of chess (em inglês). 1ª ed. Reino Unido: Trewin Copplestone Publishing, 1977. 234 pp. ISBN 0517531461
Ícone de esboço Este artigo sobre enxadrismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.