Pecado Capital (1998)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Pecado Capital
logotipo da novela.
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 45 min.
Criador(es) Janete Clair, com adaptação de Glória Perez
País de origem Brasil
Idioma original Português
Produção
Produtor(es) Wolf Maya
Elenco Francisco Cuoco
Cássia Kiss
Carolina Ferraz
Eduardo Moscovis
Paloma Duarte
Alexandre Borges
e grande elenco
Tema de abertura Pecado Capital - Só Pra Contrariar
Tema de
encerramento
Pecado Capital - Só Pra Contrariar
Exibição
Transmissão original 5 de outubro de 19987 de maio de 1999
Nº de episódios 185
Cronologia
Último
Último
Era uma vez...
Força de um Desejo
Próximo
Próximo

Pecado Capital foi uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo às 18 horas, entre 5 de outubro de 1998 e 7 de maio de 1999, em 185 capítulos, substituindo Era uma Vez... e sendo substituída por Força de um Desejo.

Foi escrita originalmente por Janete Clair e reescrita por Glória Perez, sendo dirigida por Wolf Maya e Fabrício Mamberti.

Contou com Eduardo Moscovis, Carolina Ferraz, Francisco Cuoco, Cássia Kiss, Paloma Duarte e Alexandre Borges nos papéis principais da trama.

Trama[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Pecado Capital conta a história de José Carlos Moreno, mais conhecido como Carlão, um taxista morador do subúrbio carioca de Marechal Hermes. Logo no primeiro capítulo, acontece um grande e audacioso assalto a banco, e os ladrões, em fuga, embarcam no carro de Carlão. Só que a mala cheia de dinheiro é esquecida no veículo. O taxista então, vê ali a possibilidade de ascender socialmente, podendo enfim casar-se com a noiva Maria Lucia, operária numa fábrica de roupas. Graças à beleza de Maria Lucia, as brigas entre os dois, por causa de ciúme do taxista, são frequentes. Lucinha conhece na fábrica o publicitário Nélio Porto Rico, que a convida a ser modelo. Pensando na possibilidade de crescer na vida, ela aceita. Enquanto isso, Carlão faz segredo quanto a estar com o fruto do assalto ao banco. A opção de Lucinha pela carreira de modelo leva-a a romper com a mãe, pela intolerância dela.

Enquanto isso Eunice, uma dona de casa de classe média, infeliz no casamento, sofre com o repúdio do marido Ricardo e com a consciência pesada. Ela esteve no assalto, do qual participou convencida pelo amante Miguel, e foi quem esqueceu o dinheiro com Carlão. Miguel é assassinado após uma discussão com Eunice por causa do dinheiro e ela é tida como a principal suspeita, embora seja inocente. Ela então vai pedir ajuda ao marido para sair da enrascada, e ele a obriga a ir passar uns tempos nos Estados Unidos, longe do filho Paulo Roberto. E a suburbana Lucinha é escolhida como principal modelo das Confecções Centauro, onde antes trabalhava. Desperta o interesse do adormecido coração de Salviano Lisboa, um milionário viúvo que, apesar de ter seis filhos - Vitória, Vilma, Vicente, Virgílio, Vinícius e Valter - e viver cercado por uma cambada de bajuladores, sente muita solidão. O início do namoro entre Salviano e Lucinha desperta em Carlão um grande ódio, e ele lança mão do dinheiro, que planejava devolver, para ascender socialmente - para ele, Lucinha deseja isto:fortuna e posição.

Eunice volta ao Brasil e cumprindo suas ameaças cheias de rancor, Ricardo a denuncia e ela é presa. Ao ficar sabendo da situação da mulher, Carlão sente a consciência pesar e começa a ajudá-la. Penalizado, sabendo que se tivesse entregue o dinheiro, a situação de Eunice seria outra, Carlão se casa com ela, mesmo apaixonado por Lucinha, que passa a enfrentar, a cada dia que passa, maior oposição dos filhos de Salviano. Carlão e Eunice vivem um casamento infeliz. Ela, verdadeiramente apaixonada, sofre com o amor do marido por outra, que não o quer;ele, por estar casado por piedade e medo de que ela, já o tendo reconhecido como o taxista do caso, o denuncie.

Ao longo da trama, Carlão vai se afundando mais e mais, graças à ambição e ao desejo de reconquistar Maria Lucia. No final, quando resolve deixar o dinheiro (dois milhões de reais) numa estação do metrô e fazer uma denúncia anônima às autoridades, Carlão termina assassinado no local pelo bicheiro Quidoca, um mau-caráter com quem havia se envolvido em negócios escusos.

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Eduardo Moscovis interpretou o protagonista Carlão.
Carolina Ferraz interpretou a protagonista Lucinha.
Cássia Kiss interpretou a antagonista principal Eunice.
Francisco Cuoco interpretou o empresário Salviano Lisboa.
Camila Pitanga interpretou a doce Ritinha.
Lima Duarte interpretou o agiota Tonho Alicate.
Ator Personagem
Eduardo Moscovis José Carlos Moreno (Carlão)
Carolina Ferraz Lucinha (Maria Lúcia Batista/Lucy Jordan)
Francisco Cuoco Salviano Lisboa
Cássia Kiss Eunice Freitas
Vera Fischer Laura Medeiros Lisboa
Paloma Duarte Vilma Lisboa (Vilminha)
Alexandre Borges Nélio Porto Rico
Thaís de Campos Vitória Lisboa Cabral
Lima Duarte Antônio (Tonho Alicate)
Floriano Peixoto Ernani Cabral
Marco Ricca Miguel Ferreira
Leandra Leal Clarelis Batista
Marcelo Serrado Vinícius Lisboa
Thiago Lacerda Vicente Lisboa
Marcos Winter Virgílio Lisboa
Luís Melo Ricardo
Tato Gabus Mendes Valdir
Camila Pitanga Ritinha
Betty Lago Mila
Roberto Bonfim Raimundo
Pedro Paulo Rangel Clóvis Tenório
Cláudia Liz Gigi
Jackson Antunes Marciano
Eri Johnson Tenorinho
Íris Bruzzi Otília
Mara Manzan Alzira
André Valli Orestes
Suely Franco Djanira
Zilka Salaberry
Ilka Soares Hortência
Denise Milfont Elizeth
Antônio Pompeo Percival
Darlene Glória Aurora
Oswaldo Loureiro Boca
Juliana Silveira Dagmar
Guilherme Karan Jurandir
Jiddu Pinheiro Valter Lisboa
Walther Verve Roger
Renato Rabello Escorel
Ana Furtado Deinha
Malu Valle Verinha
Aracy Cardoso Cibele
Henri Castelli Lobato
Duda Ribeiro Tatú
Clara Garcia Rafa
Ana Ariel Creusa
Vanessa Dantas Micaela
Matheus Petinatti Jominho
Ricardo Martins Bruno
Íris Nascimento Fafá
Luã Ubacker Rubinho
Luíz Cláudio Jr. Nandinho
Diego Codazzi Pastel

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem[1]
Ana Paula Guimarães Elba
Othon Bastos Sandoval
Jonas Bloch Altino
Xuxa Meneghel Ela mesma
Mário Lago Dr. Amaro
Emiliano Queiroz Quidoca
Chico Diaz Delegado Arruda
Caco Ciocler Rodrigo
Lizandra Souto Ela mesma
Marcelo Alberto Carteiro
Elke Maravilha Ela mesma
Betty Faria Ela mesma[2]
Suzana Gonçalves Juíza

Audiência[editar | editar código-fonte]

Sua média geral é de 28 pontos, considerada razoável para época que exigia 30 pontos.

Exibição internacional[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

Capa: Eduardo Moscovis

Internacional[editar | editar código-fonte]

Capa: Carolina Ferraz

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.