Pedro Bó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pedro Bó é um personagem criado pelo humorista brasileiro Chico Anísio.

História[editar | editar código-fonte]

No início dos anos 70, Chico Anysio interpretava um personagem chamado Pantaleão, que tinha óculos com uma lente incolor e outra preta. Ele vivia contando "causos" mirabolantes, que ocorriam sempre no ano de 1927. Havia também a sua esposa Terta, a qual era solicitada para confirmar a veracidade de suas histórias mentirosas. Ele perguntava : "É mentira, Terta?" E ela respondia: "Verdade". O Pedro Bó era interpretado por um ator rechonchudo, quase velho, mas que fazia papel de garoto. Vez ou outra interrompia Pantaleão com uma pergunta tola. Por exemplo, Pantaleão contava uma história de pescaria:

  • Pantaleão: - Daí eu joguei a mesa pro tubarão e ele engoliu inteira!
  • Pedro Bó: - Engoliu inteirinha?
  • Pantaleão: - Inteirinha não... ele deixou os prego no canto do prato pra tua vó comer, Pedro Bó!

Ele era interpreado pelo artista de circo Joe Lester, que era secretário do comediante Jararaca, que fazia parte do elenco de Chico City. Pedro Bó seria feito pelo comediante Agildo Ribeiro que, por algum motivo, não pôde interpretar o papel. Lester que estava na gravação acompanhando Jararaca, por indicação de Chico Anysio, pegou o papel, que foi um dos maiores sucessos da época, fazendo muitos shows e gravando discos, sempre para o público infantil.

O bordão "Não, Pedro Bó", foi um sucesso nacional, sendo inclusive o nome da seção da revista cômica MAD que trazia "Respostas Cretinas para Perguntas Imbecis"

Joe Lester criou ainda o grupo "Pedro Bó e os Bobonautas" cuja a atração principal era Tia Pepita interpretada por Gilberto Fonseca, um dos grandes amigos de Joe.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

poder ser agregado também ao significado correspondente às seguintes gírias de alguns locais: abestado, abestalhado, bobo...etc.