Pedro Bandeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pedro Bandeira
Escritor Pedro Bandeira - 26/05/2013
Nacionalidade  Brasil
Data de nascimento 9 de Março de 1942 (72 anos)
Gênero(s) Infantojuvenil

Pedro Bandeira (Santos, 9 de março de 1942) é um escritor brasileiro de livros infantojuvenis. Recebeu vários prêmios, como o Prêmio APCA, da Associação Paulista de Críticos de Arte, e o Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro, entre outros [1] .

Pedro Bandeira é o autor de literatura juvenil mais vendido no Brasil (vinte e três milhões de exemplares até 2012) e, como especialista em letramento e técnicas especiais de leitura, profere conferências para professores em todo o país. É autor da série Os Karas[2] , de O fantástico mistério de Feiurinha e de A marca de uma lágrima, entre mais de 80 títulos publicados e ainda à venda até 2012.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Pedro Bandeira de Luna Filho nasceu em Santos, SP, em 9 de março de 1942, onde se dedicou ao teatro amador, até se mudar para São Paulo em 1961 a fim de estudar Ciências Sociais na Universidade de São Paulo (FFLCH-USP) [3] . Morando então na capital, teve três filhos: Rodrigo, Marcelo e Maurício. E cinco netos: Melissa, Beatriz, Júlia, Érico e Michelle. Atualmente mora em São Roque.

Carreira literária[editar | editar código-fonte]

Além de professor, trabalhou em teatro profissional até 1967 como ator, diretor, cenógrafo e com teatro de bonecos. Mas, desde 1962, Pedro já trabalhava também na área de jornalismo e publicidade, começando no jornal Última Hora, sucursal de São Paulo, e mais tarde na Editora Abril, onde escreveu para diversas revistas e fascículos. Como free-lancer, desde 1972 passou a escrever pequenas histórias para revistas de banca desta e de outras editoras.

Seu primeiro livro foi O dinossauro que fazia au-au, voltado para as crianças, que fez um grande sucesso. Mas foi com A Droga da Obediência, voltado para adolescentes - que ele considera seu público alvo - que ele se consagrou, tendo já este título vendido 1,6 milhão de exemplares até 2012. Além deste, O fantástico mistério de Feiurinha, que ganhou o Prêmio Jabuti de 1986, logo se tornou um clássico.

A partir de 1983, Pedro Bandeira dedicou-se inteiramente à literatura. Pedro chegou a vender mais de um milhão de livros em um único ano (1996) - em toda a carreira, são mais de 23 milhões de exemplares vendidos até 2012. É considerado o autor de literatura juvenil com o maior número de obras vendidas. [4]

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

Obras de Pedro Bandeira de Lima Filho, em ordem alfabética.

Principais prêmios[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Luis Galdino
Jabuti 01.jpg
Prêmio Jabuti - Literatura Infantil

1986
Sucedido por
Maria Heloisa Penteado

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]