Pedro Mariano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pedro Mariano
Informação geral
Nome completo Pedro Camargo Mariano
Nascimento 18 de abril de 1975 (39 anos)
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s) MPB
Período em atividade 1995 - presente
Página oficial www.pedromariano.com

Pedro Camargo Mariano, ou simplesmente Pedro Mariano (São Paulo[1] , 18 de abril de 1975) é um cantor brasileiro, filho da cantora Elis Regina e do pianista César Camargo Mariano e irmão da cantora Maria Rita[2] , meio-irmão do produtor João Marcelo Bôscoli, e do instrumentista Marcelo Mariano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Segundo filho de Elis Regina e o primeiro dela com César Camargo Mariano, Pedro Mariano tentou seguir a carreira de arquiteto, mas acabou optando pela carreira que sua mãe havia previsto desde cedo para ele: a de cantor. Começou cantando em shows de escola e gravando jingles. Chegou a ganhar um prêmio de revelação em um FestValda.[3]

Foi em 1995 que Pedro Mariano realizou sua primeira gravação em CD no projeto João Marcello Bôscoli & Cia[3] , originalmente lançado pela Sony Music, com as participações de Wilson Simoninha, Cláudio Zoli, Milton Nascimento e Cesar Camargo Mariano, que assinou a produção de "Essa Menina". Neste disco consta a sua participação como solista nas canções "Acredite ou Não", "Ventos do Norte", a regravação de "Noite do Prazer" e a versão ao vivo de "Como Nossos Pais". Dois anos mais tarde, viria o seu primeiro disco de título homônimo, assinando Pedro Camargo Mariano [1997], também co-produzido por seu irmão. Possui releituras de "Triste" (Tom Jobim), "As Curvas da Estrada de Santos"(Erasmo Carlos - Roberto Carlos) e "Pro Dia Nascer Feliz (Roberto Frejat - Cazuza). A faixa de trabalho, que acabou fazendo parte da trilha sonora da novela global Anjo de Mim "Lua pra Guardar", composta por Léo Henkin (o mesmo autor de "Encontros Amargos").

Em 1999 participou do projeto Som Brasil Cazuza televisionado pela Rede Globo, juntamente com Sandra de Sá, Simone, Paulo Ricardo e Kid Abelha (dentre outros grandes nomes da MPB), onde interpretou "Preciso Dizer que Te Amo" ao vivo. Em 2000 lançou o álbum Voz no Ouvido pela Trama, onde conquistou o seu primeiro disco de ouro[3] , em 2002 lançou Intuição e em 2003 lançou, juntamente com seu pai, César Camargo Mariano, o CD e DVD Piano e Voz[3] , também pela gravadora Trama, com faixas como: "Deixar Você", "Dupla Traição", "Caso Sério" e "Se Eu Quiser Falar Com Deus". No mesmo ano, junto a Fernanda Takai e Bukassa, gravou a música tema do seriado Ilha Rá-Tim-Bum, onde também narrou a história como o personagem "".

No ano de 2004, a faixa "A Medida da Paixão", composta por Lenine e Dudu Falcão entrou para a trilha sonora da novela global Senhora do Destino. Este disco, intitulado Incondicional sairia anos mais tarde, já pelo selo do próprio cantor. Também fora escalado para participar do projeto Um Barzinho Um Violão Volumes 3 e 4

Em 2005, assina novo contrato com a Universal Music gravando o álbum Pedro Mariano ao Vivo em comemoração aos seus dez anos de carreira[3] , com as participações especiais de Luciana Mello e Sandy Leah. O show foi gravado no Teatro Alpha, em São Paulo.

Em 2006 participou da gravação do DVD RoupaAcústico 2.

Em maio de 2007, Pedro lança um álbum com material inteiramente inédito Pedro Mariano 2007, gravado apenas com um quarteto de guitarra, baixo, bateria e teclados. Fez shows em São Paulo e no Rio de Janeiro para seu lançamento. Dedicou o disco à sua filha Rafaela, . O disco também recebeu indicação ao prêmio Grammy Latino na categoria Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro.[3]

Em 2008 gravou participação no DVD do projeto "Um Barzinho, um Violão- Novela 70" com a música "Beijo Partido" de Toninho Horta.

Em 2009 lança o CD Incondicional e excursiona com a turnê, cumprindo outro papel, o de inaugurar seu próprio selo, Nau. Esse disco é uma retomada de seu projeto de 2004 e inclui a faixa "A Medida da Paixão".

Em 2011, dois anos depois de conquistar sua independência dentro do universo fonográfico, chega às lojas 8, o oitavo álbum de Pedro Mariano e o primeiro totalmente realizado pelo selo Nau.

No ano de 2012, lança o projeto Elis Por Eles, uma homenagem a sua sua mãe Elis Regina, concebida por vozes apenas masculinas e marcantes. Pedro Mariano, diretor do espetáculo, convidou 14 cantores brasileiros, entre eles Jair Rodrigues, Chitãozinho e Xororó, Emílio Santiago, Cauby Peixoto, Diogo Nogueira, Jair Oliveira e Lenine. A ideia de escolher somente homens, foi para salientar a força da obra de Elis Regina, que influenciou e influencia gerações e que não se restringe ao universo feminino.

Em 2013 Pedro Mariano colocou em prática um grande sonho: gravar um CD e DVD ao vivo, acompanhado de uma orquestra. A vontade do artista em ouvir músicas de seu repertório e de outros intérpretes, orquestradas. No repertório estão canções que fazem parte da carreira de Pedro, como: ”Simplesmente"(Samuel Rosa e Chico Amaral), “Pra você dar o nome” (Tó Brandileone), “Simples” (Jair Oliveira). Estão no repertório também músicas consagradas de artistas como Ivan Lins, Lulu Santos, Gonzaguinha e Jorge Drexler.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Participações em outros discos[editar | editar código-fonte]

  • 1995: João Marcello Bôscoli & Cia (Sony Music)
  • 1999: Tributo Tim Maia (faixa: "Descobridor dos 7 Mares")
  • 1999: Som Brasil Cazuza (Som Livre)
  • 1999: Tributo Tim Maia (Som Livre)
  • 2000: Artistas Reunidos (Trama)
  • 2002: Luciana Mello - Olha pra Mim - (faixa: "Por Amor a Você")
  • 2002: Ilha Rá-Tim-Bum (trilha sonora) - (faixa: "Ilha Rá-Tim-Bum")
  • 2002: JP Remixes (Jovem Pan) - (faixas: Pode Ser; Tem Que Ser Agora)
  • 2003: Lulu Santos - Bugalu - (faixa: "As Escolhas")
  • 2004: Um Barzinho, Um Violão Volumes 3 e 4 - (faixas: "Se" e "Superwoman")
  • 2004: Um Barzinho, Um Violão Jovem Guarda (faixa: "Se Você Pensa")
  • 2004: João Bosco Songbook Volume 3 (faixa: "Jade")
  • 2004: Senhora do Destino/Trilha Sonora - (faixa: "Medida da Paixão")
  • 2006: Roupa Nova RoupaAcústico 2 - (faixa:"É Cedo")
  • 2006: Casa da Bossa: Homenagem a Tom Jobim - (faixa: "Só Tinha de Ser com Você")
  • 2008: Um Barzinho, Um Violão: Novela 70 (faixa: "Beijo Partido")
  • 2010: S de Samba Futebol Clube (faixa: "Aquele Gol")
  • 2012: Elis por Eles (faixa: "O Bêbado e a Equilibrista" e "Redescobrir")
  • 2013: Thiago Varzé - Tempo de Ser - (Faixa: "A Voz do Brasil")

Referências

  1. Discos do Brasil
  2. Pedro Mariano - Biografia Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Visitado em 29 de janeiro de 2013.
  3. a b c d e f Pedro Mariano - Biografias Scalla FM. Visitado em 29 de janeiro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.