Pedro Pevensie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pedro Pevensie
Nome Pedro Pevensie
Títulos Grande Rei, poderoso sobre todos os reis de Nárnia, Imperador das Ilhas Solitárias e Senhor de Cair Paravel, Cavaleiro da Mui Nobre Ordem do Leão
Raça Humana
Naturalidade Finchley, área metropolitana de Londres, Inglaterra
Família Edmundo (irmão), Susana & Lúcia (irmãs), Eustáquio (primo)
Nascimento 1927
Morte 1949
Causa da morte Acidente de trem em Londres
Habilidades Manuseio de espada
Principais feitos Tornou-se o Grande Rei de Nárnia após comandar o Exército de Nárnia e derrotar a Feiticeira Branca.
Ajudou o Príncipe Caspian a chegar ao trono de Nárnia. É também chamado de Pedro, o Magnífico.
Criador C.S.Lewis
Aparições em Livros
O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa (1950)
Príncipe Caspian (1951)
A Última Batalha (1956)
Aparições na Mídia
1988-1990 BBC: Richard Dempsey (jovem) & Christopher Bramwell (adulto)
2005-2008 Disney: William Moseley (jovem) & Noah Huntley (adulto)

Pedro Pevensie (do inglês Peter Pevensie), é um personagem fictício criado por C.S. Lewis para a série de livros As Crônicas de Nárnia. Pedro aparece em três dos sete livros: Em O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa e Príncipe Caspian, ele é o personagem infantil principal; e em A Última Batalha ele já é um adulto. Ele é mencionado em A Viagem do Peregrino da Alvorada e em O Cavalo e seu Menino.

Pedro é o mais velho dos irmãos Pevensie, e compartilha suas aventuras em Narnia com suas irmãs Susana e Lúcia, e com seu irmão Edmundo.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Quando Pedro chega em Nárnia está com 13-14 anos de idade, o que acontece em O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa e em Príncipe Caspian. Quando aparece em A Última Batalha, ele já está com 22 anos de idade.

O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa[editar | editar código-fonte]

Sendo o irmão mais velho, Pedro tenta fazer o melhor que pode para proteger aos seus irmãos mais novos, comportando-se como um adulto jovem responsável. Ele é evacuado junto aos seus irmãos durante a Segunda Guerra Mundial devido aos bombardeios a Londres, se hospedando na casa do idoso e misterioso professor Kirke até o final da guerra.

Quando Lúcia conta aos seus irmãos sobre o país que existe dentro do guarda-roupa, Pedro não acredita. Ao invés disso, se preocupa por sua saúde mental ao ponto de conversar com o professor Kirke. Quando Pedro e seus irmãos entram no mundo de Nárnia, ele se desculpa com Lúcia por não ter acreditado nela, e se zanga com Edmundo porque mentiu sobre a existência de Nárnia.

Durante a viagem para se reunir com Aslam, as crianças se encontram com Papai Noel, quem lhes dá presentes. Pedro recebe uma espada, à qual ele a chama de Rhindon, e um escudo com o símbolo de Aslam: o leão vermelho rampante sobre um prado verde. A primeira batalha de Pedro é contra Maugrim, lobo chefe da polícia secreta da Feiticeira Branca, quem tentava matar a Susana. Pedro mata o lobo com a sua espada e Aslam o nomeia "Sir Pedro, o terror dos lobos".

Pedro também é o General do exército de Aslam. Logo da derrota da Feiticeira Branca (Jadis, autoproclamada rainha de Nárnia) e seus vis aliados na Batalha de Beruna, é coroado por Aslam como "o rei Pedro, o Magnífico, Grande Rei de Nárnia, Imperador das Ilhas Solitárias, Senhor de Cair Paravel, Chefe da Mais Nobre Ordem do Leão". Assim se cumpriu a antiga profecia que dizia que dois filhos de Adão e duas filhas de Eva que viriam se sentar nos quatro tronos de Nárnia em Cair Paravel, e que marcaria o final dos cem anos de inverno e reinado da Feiticeira Branca, para dar início à Era de Ouro.

O Cavalo e seu Menino[editar | editar código-fonte]

O Grande rei Pedro estava neste tempo lutando uma batalha contra os gigantes do Norte. Sua batalha é lembrada na história narniana, e é mencionada pelas outras crianças. Embora Pedro é nomeado muitas vezes, nunca ele aparece realmente.

Príncipe Caspian[editar | editar código-fonte]

Os irmãos Pevensie voltam para Nárnia aparecendo nas ruínas de Cair Paravel, onde encontram a câmara dos tesouros do castelo que guarda os presentes que lhes deu o Papai Noel há 1300 anos atrás. Pedro toma a sua espada e o seu escudo. Quando os meninos são obrigados a tomar uma decisão, Pedro, como Grande Rei, tem a última palavra. Pedro sugere lutar contra o rei Miraz num duelo entre eles. Depois de que os irmãos Pevensie e o exército narniano vencem aos telmarinos, Pedro dá formalmente autorização a Caspian para governar em Nárnia como Grande Rei. Pedro depois diz a Lúcia e Edmundo que Aslam lhe comentou que ele e Susana nunca mais voltariam à Nárnia, porque agora eles eram grandes e já tinham aprendido tudo o que deviam. Os quatro irmãos regressam ao seu mundo, no qual eles estavam esperando o seu trem que os levaria a suas respectivas escolas.

A Viagem do Peregrino da Alvorada[editar | editar código-fonte]

Pedro não aparece neste livro, mas é mencionado que está hospedado no chalé do professor Kirke, estudando para um exame do colégio.

A Última Batalha[editar | editar código-fonte]

Pedro, junto a Edmundo, Lúcia, Jill e Eustáquio, voltam para Nárnia para salvá-la dos calormanos e de um falso Aslam. Mas desta vez Susana não volta, e os demais chegam para Nárnia ao sofrer um acidente de trem.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Interpretações[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

As características do Pedro Pevensie é cabelo liso e claro,cor da pele clara,um lindo sorriso.

Alem disso ele é magnifico,pois ele sempre foi companheiro e fiel,pois co sua família ele ira conseguir salvar todo o reino de Narnia