Pedro de Cápua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pedro de Cápua
Cardeal da Santa Igreja Romana

Título

Cardeal diácono de Santa Maria in Via Lata
Ordenação e Nomeação
Nomeado Patriarca Pelo Papa Inocêncio III
Dados Pessoais
Falecimento 30 de agosto de 1214, Viterbe
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Pedro de Cápua [1] foi um teólogo e filósofo escolástico italiano, também cardeal [2] e legado papal.

Membro de uma família Amalfitana, depois de ser professor da Universidade de Paris, foi contratado pelo Papa Inocêncio III, como legado. Fez viagens à Polônia e Boêmia em 1197, trazendo a sugestão de introduzir o celibato na igreja [3] . Também serviu como legado para a França em 1198. Foi o principal responsável pela trégua entre Ricardo I da Inglaterra e de Filipe II da França, em dezembro de 1198.[4] . Durante a reunião de Pedro de Cápua com Ricardo e William, o Marechal, os nortistas encontraram no estilo obsequioso da diplomacia de Pedro motivos para repeli-lo. Pedro conseguiu convencer Ricardo a concordar com uma trégua condicional de cinco anos, mas quando ele insistia em pedir que Ricardo liberasse Felipe de Dreux (Bispo de Beauvais, a quem o rei intensamente odiava) Ricardo perdeu a calma e ameaçou castrar Pedro.[5]

Pedro tomou então parte na Quarta Cruzada. Em Constantinopla, adquiriu relíquias, incluindo o suposto corpo de Santo André, que ele trouxe, finalmente para Amalfi.[6] Uma biografia sua foi escrita por Durand de Huesca.[7]

Referências

  1. Peter Capuano, Pietro Capuano or Caputo, Pietro Cardinale di Capua, Petrus Capuanus
  2. Em 1193.[1], Pietro Caputo.
  3. Paweł Jasienica Polska Pias última edição de Czytelnik 1996.
  4. [2], [3], [4]
  5. Phillips, Jonathan. The Fourth Crusade and the Siege of Constantinople. 2004. page 9.
  6. Santuário Nacional de Santo André
  7. Marston MS 266

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.