Peguei um Ita no Norte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Peguei um Ita no Norte"
Canção de Quinho (Salgueiro)
do álbum Sambas de Enredo 1993
Lançamento 1992 (1992)
Gravação 1992
Rio de Janeiro
Gênero(s) Samba-enredo
Duração 4:42
Gravadora(s) BMG
Composição Demá Chagas, Arizão, Bala, Guaracy e Celso Trindade

Peguei um Ita no norte é um samba-enredo composto por Demá Chagas, Arizão, Bala, Guaracy e Celso Trindade[1] desenvolvido pelo carnavalesco Mário Borriello, com o qual a escola de samba Salgueiro conquistou, em 1993, seu penúltimo título no carnaval carioca.[2] Também conhecido pelo nome Explode Coração - por causa do emblemático refrão "Explode Coração! / Na maior Felicidade! / É lindo meu Salgueiro! / Contagiando e sacudindo essa Cidade" - é reconhecido como um dos maiores sambas de todos os tempos.

Foi inspirada na canção canção "Peguei um Ita no Norte" (1945) de Dorival Caymmi, que narra a viagem costeira a bordo do vapor "Itapé" quando o compositor baiano migrou em 1938 para a o Rio de Janeiro, a então capital federal.[3] Ita era o nome que se dava aos navios que faziam a navegação de cabotagem, entre o Norte e o Sul do Brasil. Essa denominação era usada porque a Companhia Nacional de Navegação Costeira dava nomes a suas embarcações sempre começando por "ita": Itaquatirara, Itapé, Itanajé, entre outros.[4]

O sambista Neguinho da Beija-Flor chegou a declarar, em entrevista, que ao ouvir a apresentação, já sabia que a escola, mesmo tendo sido apenas a terceira a se apresentar, já havia ganho o carnaval daquele ano.[5]

Referências

  1. Samba Apoteose On-Line -Samba enredo Acadêmicos do Salgueiro 1993. Página visitada em 21 de março de 2011.
  2. Salgueiro declara seu amor à Marquês de Sapucaí. Página visitada em 24 de fevereiro de 2012.
  3. "O dengo que a nega tem": representações de gênero e raça na obra de Dorival Caymmi (PDF). Página visitada em 24 de fevereiro de 2012.
  4. “Peguei um ita no Norte …”. Página visitada em 24 de fevereiro de 2012.
  5. Sebba, Jardel. (Fevereiro de 2011). "Entrevista: Neguinho da Beija-Flor" (em português). Playboy Brasil 1 (429): 36-44. Editora Abril. ISSN 01041746.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]