Peitoral do sumo sacerdote de Israel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O peitoral do Sumo Sacerdote.

O peitoral do Sumo Sacerdote de Israel (em hebraico: hoshen חֹשֶׁן) é geralmente traduzida como couraça. Em contextos do idioma Português se refere a um peitoral específico - a couraça sagrada usada pelo Sumo Sacerdote para os israelitas, de acordo com o Livro do Êxodo. No relato bíblico, a couraça é denominada de o peitoral do juízo, porque o Urim e Tumim, que eram usados ​​na adivinhação, foram colocados dentro dele.[1]

De acordo com a descrição em Êxodo, esta couraça foi anexada ao éfode, por correntes/cordas de ouro amarradas aos anéis de ouro nas alças dos ombros do Éfode, e por fita azul amarrada aos anéis de ouro nas partes mais baixas da éfode. As descrições bíblicas narram que a couraça também eram feitas do mesmo material que o éfode - bordados em linho - e era para ser de uma quadra,um côvado de largura, duas camadas de espessura e com quatro fileiras de três pedras gravadas cada uma embutida sobre ela, cada jóia é enquadrada em ouro. A descrição narra que o peitoral quadrado era para ser formado por duas peças retangulares iguais de tecido - sugerindo que sua aparência era semelhante a um colete sem encosto, com uma bolsa no interior para conter o Urim e Tumim. O termo para a couraça - hoshen - parece estar ligado tanto à sua função ou a sua aparência. Alguns estudiosos pensam que hoshen é provavelmente derivado de hasuna, que significa bonito, enquanto outros pensam que é mais provável que derive de seio, que significa um vezes para conter algo.[2]

De acordo com o Talmude (B.Zevachim 88b), o uso do peitoral expiava o pecado de erros de julgamento por parte dos filhos de Israel.

Sumo sacerdote judeu usando o peitoral na antiga Judá.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências